Sonae admite colocar negócio do retalho em bolsa

O Conselho de Administração da Sonae está a analisar a possibilidade de listar um portefólio de retalho. Ou seja, admite colocar o negócio em bolsa, mas mantendo a maioria do capital.

Poderá haver mais uma empresa da Sonae em bolsa, em breve. A holding admite, no comunicado em que revelou uma quebra nos lucros para 166 milhões de euros devido à ausência de ganhos extraordinários como no ano anterior, que a administração está a “analisar” a possibilidade de dispersar parte do negócio do retalho.

"Como parte da estratégia da Sonae SGPS de proporcionar maior autonomia e foco às empresas do seu portefólio, o Conselho de Administração está atualmente a analisar a possibilidade de listar um portefólio de retalho, no qual a Sonae SGPS irá manter a participação maioritária.”

Sonae SGPS

A Sonae “irá continuar a implementar a sua estratégia, baseada em três pilares e ao mesmo tempo irá proporcionar a autonomia necessária a cada negócio no sentido de os tornar mais ágeis e criando assim mais valor para os acionistas”, refere no documento enviado à Comissão do Mercado e Valores Mobiliários (CMVM).

“Como parte da estratégia da Sonae SGPS de proporcionar maior autonomia e foco às empresas do seu portefólio, o Conselho de Administração está atualmente a analisar a possibilidade de listar um portefólio de retalho, no qual a Sonae SGPS irá manter a participação maioritária”, acrescenta. A Modelo Continente saiu de bolsa em 2006.

No entanto, “nesta fase, não foi tomada qualquer decisão formal e detalhes adicionais serão fornecidos no devido tempo“, remata a empresa co-liderada por Paulo Azevedo e Ângelo Paupério.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sonae admite colocar negócio do retalho em bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião