Sondagem à boca das urnas dá vitória a Putin com 73,9% dos votos

As primeiras projeções dão a vitória a Putin nas presidenciais com 73,9% dos votos. Pavel Grudinin, fica em segundo lugar, com 11,2%.

Uma vitória fácil. De acordo com as mais recentes sondagens à boca das urnas da, Putin conseguiu 73,9% dos votos, garantindo assim a reeleição nas presidenciais que decorrem em todo o extenso território russo neste domingo.

Uma hora depois do encerramento das últimas assembleias de voto na Rússia, a primeira sondagem à boca das urnas confirma a reeleição de Vladimir Putin, com 73,9% dos votos apurou um estudo da VTsIOM. Em segundo lugar, com 11,2%, surge Pavel Grudinin, o candidato do Partido Comunista.

Ainda durante a eleição, vários responsáveis davam conta que o número de eleitores que se deslocavam às urnas para depositar o seu voto era muito mais elevado do que na eleição que decorreu há seis anos.

“Já é claro que a participação nessas eleições é maior do que na última vez”, dizia Evgeny Michenko, consultor de política próximo do Kremlin citado pela Bloomberg. “Para Putin, isso significa que tem um alto nível de suporte na sociedade, inclusive no contexto do conflito com o Ocidente“, acrescentava o mesmo especialista.

Estou confiante que o programa que estou a oferecer ao país é certo“, afirmou Putin confrontado pelos jornalistas junto à Academia para as Ciências russa, em Moscovo, local onde depositou o seu voto neste domingo.

A votação para as presidenciais russas está, contudo, a ser contestada pela oposição que dá conta de que irregularidades na votação. Opositores de Putin denunciam que há russos que estão a ser forçados a ir às urnas no sentido de dar força à sua reeleição. O seu opositor Alexey Navalny disse no Twitter, citando dados compilados pelos seus observadores junto dos locais de voto, que os dados oficiais nas diferentes regiões da Rússia estavam a ser inflacionados em pelo menos 18 pontos percentuais.

Jornalistas da Reuters dizem ter testemunhado conjuntos de pessoais em diferentes locais de voto — alguns dos quais que chegaram a bordo de autocarros privados — a tirarem fotografias de si próprios junto das urnas.

Num dos locais, questionada por um jornalista da Reuters sobre a razão pela qual estava a tirar uma fotografia, uma jovem terá dito tratar-se de “um relatório fotográfico para os nossos patrões”. Noutro local, outra jovem terá dito que “o seu trabalho tinha pedido para reportar de volta” essa ida às urnas.

A confirmação da vitória de mais um mandado coloca assim Vladimir Putin perto de atingir um quarto de século no poder, uma longevidade que apenas foi conseguida pelo ditador soviético Stalin.

(Notícia atualizada às 18h20 com informação sobre as sondagens à boca das urnas)

Comentários ({{ total }})

Sondagem à boca das urnas dá vitória a Putin com 73,9% dos votos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião