Luz Saúde vai sair de bolsa. Fidelidade dá prémio de 90%

A administração da Luz Saúde vai propor aos acionistas que deliberem sobre a perda de qualidade de sociedade aberta na assembleia geral extraordinária de 13 de abril.

A Luz Saúde também vai sair de bolsa. A administração da dona do Hospital da Luz vai propor aos acionistas que deliberem sobre a perda de qualidade de sociedade aberta na assembleia geral extraordinária de 13 de abril. Propõe aos investidores uma contrapartida de 5,71 euros por ação, um prémio de mais de 90% face à cotação atual em bolsa.

“Considera a Fidelidade não se justificar a manutenção do estatuto de sociedade aberta da Luz Saúde, tendo nomeadamente presente os custos e formalidades inerentes a tal estatuto, podendo, em seu entender, proceder-se à deliberação da perda da qualidade de sociedade aberta da sociedade, com a consequente imediata exclusão da negociação em mercado regulamentado das ações da Luz Saúde”, diz o comunicado enviado à CMVM.

Em bolsa estão muito poucas ações da empresa liderada por Isabel Vaz, cotada que se estreou no mercado de capitais português em 2014, mas foi depois alvo de uma OPA por parte da Fidelidade.

"Considera a Fidelidade não se justificar a manutenção do estatuto de sociedade aberta da Luz Saúde, tendo nomeadamente presente os custos e formalidades inerentes a tal estatuto, podendo, em seu entender, proceder-se à deliberação da perda da qualidade de sociedade aberta da sociedade.”

Fidelidade

A Fidelidade é detida, em 84.9861%, por via indireta, pela Fosun Internacional, acionistas estes que detém atualmente 94.384.363 ações representativas de 98,788% do capital social e dos correspondentes direitos de voto da Luz Saúde”. Ou seja, está disperso pouco mais de 1% do capital no mercado de capitais.

No âmbito deste processo, a Fidelidade propõe pagar um prémio generoso aos investidores. As ações da Luz Saúde encerraram a última sessão a cotar nos 3,00 euros, mas a contrapartida proposta é de 5,71 euros. Cada um destes títulos entrou em bolsa, há quatro anos, a valer 3,20 euros.

A cotação média ponderada das ações da Luz Saúde no Euronext Lisbon, nos últimos seis meses, foi de 2,94 euros por ação, mas houve um transação entre a Fosun e a Fidelidade por um valor superior. “Em 26 de outubro de 2017 a Fidelidade e a Fosun International celebraram um contrato de compra e venda de ações representativas do capital social da Luz Saúde, através do qual a Fidelidade vendeu à Fosun Internacional 46.815.704 ações da Luz Saúde, ao preço de 5,71 euros por ação.

Neste sentido, “a Fidelidade considera que a contrapartida de 5,71 euros por ação da Luz Saúde constitui uma contrapartida adequada, incluindo um prémio de 2,77 euros relativamente à suprarreferida cotação média ponderada“, refere o comunicado.

(Notícia atualizada às 18h54 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Luz Saúde vai sair de bolsa. Fidelidade dá prémio de 90%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião