Revista de imprensa internacional

Investimento chinês no Brasil segue a todo o gás. Amazon é agora a segunda empresa mais valiosa do mundo. Conheça estas e outras notícias que estão a marcar a atualidade na imprensa estrangeira.

Silvio Berlusconi terá defendido numa reunião política que o centro-direita italiano se deve coligar com o polémico Movimento 5 Estrelas, afirmando não ter “preconceitos” em relação ao partido de Beppe Grillo. No Brasil, o investimento chinês totalizou centenas de milhões de dólares só entre janeiro e fevereiro. Estas são algumas das notícias que estão a merecer destaque esta quarta-feira na imprensa internacional.

Reuters

Berlusconi defende coligação de centro-direita com Movimento 5 Estrelas

O antigo primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, defende uma coligação de centro-direita com o Movimento 5 Estrelas para formar Governo em Itália, com uma agenda definida. Berlusconi terá afirmado numa reunião política que não tem “preconceitos” em relação ao Movimento 5 Estrelas e que, entre os pontos que tenciona ver na agenda de uma possível coligação, estão a economia, o trabalho, a segurança e a imigração. Leia a notícia completa na Reuters (acesso gratuito/conteúdo em inglês).

Valor Econômico

China investiu 349 milhões no Brasil só entre janeiro e fevereiro

Só nos primeiros dois meses de 2018, o investimento chinês no Brasil totalizou 349 milhões de dólares (283,7 milhões de euros). A China já investiu no mercado brasileiro cerca de 54,1 mil milhões de dólares (43,98 mil milhões de euros) desde 2003, num total de 97 projetos, a maioria ligados a empresas públicas. Leia a notícia completa no Valor Econômico (acesso gratuito/conteúdo em português).

Cinco Días

ACS tem estratégia para reforçar Abertis e captar-lhe investimento

Se a OPA da Atlantia sobre a Abertis avançar, o grupo ACS, de Florentino Pérez, passará a beneficiar de metade de todos os dividendos da concessionária espanhola de infraestruturas. No entanto, nem tudo são dividendos. A intenção do presidente do Real Madrid é tentar fechar um acordo que colocaria o grupo ACS numa boa posição para captar investimento da Abertis, ao mesmo tempo que reforçaria a sua participada. E como? Dando à Abertis um direito de preferência sobre os direitos da sua concessionária, a Iridium. Com a OPA da Atlantia sobre a Abertis, a ACS passará a controlar diretamente 30% da Atlantia, mais 20% através da filial alemã Hochtief. Leia a notícia completa no Cinco Días (acesso gratuito/conteúdo em espanhol).

Bloomberg

Seguradora mais antiga do mundo fala em “ano excecionalmente difícil”

O Lloyd’s of London, que é a seguradora mais antiga do mundo ainda em atividade, registo um prejuízo antes de impostos no valor de dois mil milhões de libras (cerca de 2,3 mil milhões de euros). Para a empresa, 2017 foi um “ano excecionalmente difícil”, devido a um anormal conjunto de catástrofes naturais, como é o caso do furacão Irma, que fez estragos avultados de 3,4 mil milhões de libras (quase 3,88 mil milhões de euros) na América do Norte e Central. Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso gratuito/conteúdo em inglês).

Financial Times

Amazon já é a segunda empresa mais valiosa do mundo

A gigante das compras online Amazon superou a dona da Google e é agora a segunda empresa mais valiosa do mundo. A companhia liderada por Jeff Bezos alcançou esta terça-feira um valor de mercado de 768 mil milhões de dólares, enquanto o grupo Alphabet mantém uma capitalização bolsista de 761 mil milhões de dólares (618,7 mil milhões de euros). O primeiro lugar no pódio continua a ser da Apple, com um valor de mercado de 889 mil milhões (722,83 mil milhões de euros). Leia a notícia completa no Financial Times (acesso pago/conteúdo em inglês).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião