Web Summit continua a contratar. Já só há uma vaga em Portugal

  • Juliana Nogueira Santos
  • 3 Abril 2018

Na página de carreiras da empresa de Paddy Cosgrave encontram-se pouco mais de 50 vagas de emprego. Mas para Portugal só procuram um engenheiro de software.

Ainda falta mais de meio ano para a próxima edição do Web Summit em Portugal, mas os lugares para trabalhar na maior conferência de tecnologia e empreendedorismo do mundo estão a desaparecer à velocidade da luz. Para Portugal só há uma vaga.

Na página de carreiras da empresa de Paddy Cosgrave encontram-se pouco mais de 50 vagas de emprego, desde Dublin a Hong Kong. Mas para a capital portuguesa resta só um lugar para engenheiro de software sénior.

O candidato tem de ter mais de três anos de experiências em várias linguagens de código, desde Python a OO Language, bem como conhecimentos “fortes” de Javascript, HTML5 e Angular, entre outros. Isto a juntar à tecnologia mais utilizada na empresa, aRuby on Rails.

Em troca, e para além do salário base, a empresa oferece seguro de saúde e acesso a todos os benefícios da rede Web Summit. As candidaturas podem ser feitas na página oficial.

Para além do evento central, a empresa organiza outras conferências como a RISE, a Collision ou a MoneyConf.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Web Summit continua a contratar. Já só há uma vaga em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião