Barclays corta preço-alvo da Jerónimo Martins. Perde 2,5% em bolsa

  • Juliana Nogueira Santos
  • 6 Abril 2018

No dia em que o principal índice bolsista nacional segue pressionado pela guerra comercial, a retalhista recebe más notícias do Barclays.

O Barclays cortou o preço-alvo das ações da retalhista Jerónimo Martins dos 14,50 euros para os 14 euros. No PSI-20, a empresa segue a desvalorizar mais de 2%, após uma escalada de 3,29% na sessão anterior.

No dia em que o principal índice bolsista nacional segue pressionado pelos receios de mais um passo dado em direção a uma guerra comercial entre Washington e Pequim, as ações da retalhista desvalorizam 2,52% para 14,52 euros.

Jerónimo Martins cai depois de corte do preço-alvo

“Hoje voltamos às perdas nos mercados, depois de Donald Trump considerar mais um aumento até 100 mil milhões de dólares em tarifas de bens chineses”, apontou Paulo Rosa, trader da Go Bulling, à Reuters.

Em fevereiro, a Jerónimo Martins informou que fechou o ano de 2017 com um lucro de 385 milhões de euros, menos 35% do que em 2016, sendo que não ganhou com a venda da sua subsidiária Monterroio. A empresa pagou um dividendo de 0,613 euros por ação, no montante de 385 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Barclays corta preço-alvo da Jerónimo Martins. Perde 2,5% em bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião