EDP Renováveis brilha. Bolsa de Lisboa segue Europa

A bolsa nacional continua a valorizar. Segue a tendência das restantes praças europeias, numa sessão em que quase todas as cotadas valorizam. A EDP Renováveis destaca-se.

A bolsa nacional está a valorizar. Acompanha a tendência positiva das restantes praças europeias, numa sessão positiva para a generalidade das cotadas. A Jerónimo Martins puxa pelo índice de referência, mas o destaque vai para a EDP Renováveis que brilha depois de revelar um crescimento na produção de energia no arranque do ano.

O índice português arrancou a sessão a ganhar 0,19% para 5.468,69 pontos, mantendo assim a tendência da sessão anterior. Na Europa, o cenário é idêntico, com os principais mercados a apresentarem ganhos em torno dos 0,1%.

Em Lisboa é a Jerónimo Martins que mais contribui para o comportamento do PSI-20 ao valorizar 0,53% para 14,28 euros. O BCP também puxa pela bolsa com uma valorização de 0,32% para 28,17 cêntimos, mas o destaque vai para o setor da energia.

Enquanto a Galp Energia ganha 0,19%, a EDP Renováveis ganha 0,31% para 8,03 euros. Chegou a ganhar mais de 1%, isto depois de revelar que a produção de energia cresceu 14% no primeiro trimestre, beneficiando de um “excecional recurso eólico”, bem como do aumento da capacidade com um fator de utilização superior.

A animar a cotada liderada por Manso Neto está também a revisão em alta da avaliação feita pelo Berenberg. O banco de investimento subiu o preço alvo de 4,50 para 8,00 euros. A recomendação passou de “manter” contra a anterior de “vender”.

A EDP, por seu lado, perde 0,35% para 3,15 euros, sendo a única cotada em queda. Os CTT chegaram a aproximar-se do mínimo histórico no dia em que se realiza a assembleia geral, mas estão a recuperar. As ações somam 0,54% para 2,956 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP Renováveis brilha. Bolsa de Lisboa segue Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião