Passageiros de cruzeiro em Lisboa duplicam. Foram mais de 52 mil no arranque do ano

  • Rita Atalaia
  • 20 Abril 2018

Lisboa está na moda. Recebeu mais do dobro dos passageiros de cruzeiros no início deste ano, um crescimento recorde que se deve ao novo terminal de Lisboa.

O novo terminal de cruzeiros de Lisboa foi desenhado pelo arquiteto José Luís Carrilho da Graça.CML

Lisboa está na moda. A capital registou mais do dobro do número de passageiros de cruzeiros no início deste ano. Um crescimento recorde que se deve à entrada em funcionamento do novo terminal de passageiros, diz o Porto de Lisboa

“A atividade de cruzeiros no Porto de Lisboa registou, durante o primeiro trimestre de 2018, um crescimento de 103% em termos de passageiros, que chegaram aos 52.583, contra os 29.908 registados no período homólogo“, de acordo com um comunicado do Porto de Lisboa. Ou seja, mais do que duplicou. As escalas subiram para 34, em comparação com as 19 no mesmo período do ano passado, aumentando quase 80%, refere.

“Estes crescimentos recorde ficam a dever-se, sobretudo, ao incremento de 419% dos passageiros em turnaround”, refere o Porto de Lisboa, o que significa que o número de passageiros que iniciaram ou terminaram a sua viagem em Lisboa aumentou mais de cinco vezes: subiu para 1.229 face aos 237 nos primeiros três meses do ano passado.

"A atividade de cruzeiros no Porto de Lisboa registou, durante o primeiro trimestre de 2018, um crescimento de 103% em termos de passageiros, que chegaram aos 52.583, contra os 29.908 registados no período homólogo.”

Porto de Lisboa

O Porto de Lisboa atribui este crescimento exponencial à “entrada em funcionamento da nova gare de passageiros”. E acredita que, com as novas instalações para acolher os turistas, o bom momento vivido vai continuar. Prevê receber cerca de 115 escalas e 171 mil passageiros no próximo trimestre, o período que regista maior concentração da atividade dos cruzeiros.

Foi em novembro que o novo terminal de cruzeiros de Lisboa foi inaugurado. A gare, com 1.490 metros quadrados, permite o embarque e desembarque máximo de 4.500 passageiros, tem estacionamento para 360 veículos ligeiros e 80 autocarros ou táxis turísticos, um terraço panorâmico e internet gratuita.

(Notícia atualizada às 11h30 com mais informação)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Passageiros de cruzeiro em Lisboa duplicam. Foram mais de 52 mil no arranque do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião