Navigator corta dividendo. Semapa dá mais a Queiroz Pereira

  • ECO
  • 28 Abril 2018

Enquanto a papeleira vai entregar uma remuneração global inferior aos seus acionistas, a Semapa, dona da Navigator, elevou o dividendo. Vai dar mais de 50 cêntimos.

A Navigator, controlada pela Semapa, decidiu encolher o valor a entregar aos acionistas, com base nas contas do ano passado. Apesar de o dividendo regular se manter, vai libertar menos reservas, o que faz cair o montante a pagar aos investidores, sendo a “holding” de Queiroz Pereira o maior. A Semapa, por seu lado, aumentou a remuneração para mais de 50 cêntimos por ação.

De acordo com as propostas da administração para votação na próxima assembleia geral de acionistas, reveladas na CMVM, a Navigator vai entregar 23,71 cêntimos por ação em dividendos regulares. É o mesmo valor que pagou no ano passado, mas quando se compara com a remuneração total, ou seja, com a “fatia” das reservas que a empresa liberta, o dividendo global cai. Passa de 34,87 para 27,89 cêntimos.

Há uma quebra no valor a entregar aos investidores, apesar de a Navigator até ter conseguido obter um ganho extraordinário de 134,5 milhões de dólares com a venda do negócio de pellets nos EUA. Ainda assim, a empresa liderada por Diogo da Silveira vai pagar quase a totalidade dos lucros obtidos durante o exercício de 2017.

Todos os investidores recebem menos, entre eles a Semapa. A “holding” de Queiroz Pereira é a maior acionista da Navigator, recebendo mais de dois terços do valor total. E ao mesmo tempo que encaixa menos com estes dividendos, vai ela própria pagar mais aos seus acionistas.

A Semapa vai, de acordo com a proposta de aplicação de resultados a ser votada em assembleia geral, distribuir mais de 40 milhões de euros em dividendos. Tendo em conta o total de ações em bolsa, o valor do dividendo será de 51,2 cêntimos, que compara com os 45 cêntimos entregues no ano passado.

Apesar de aumentar a remuneração em 13,7%, a rendibilidade do dividendo da Semapa é de apenas 2,75%, tendo em conta a cotação de fecho das ações na sexta-feira, 27 de abril, de 18,56 euros. A Navigator, por seu lado, oferece aos investidores uma rendibilidade de 5,7% face à cotação de 4,88 euros das suas ações.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Navigator corta dividendo. Semapa dá mais a Queiroz Pereira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião