Ventos de Espanha levam EDP Renováveis a lucrar mais 39% no primeiro trimestre do ano

  • Juliana Nogueira Santos
  • 9 Maio 2018

A empresa de energias renováveis registou uma subida dos lucros, impulsionada pela venda de ativos e o aumento de receitas em território espanhol.

A EDP Renováveis viu o seu lucro subir 39% no primeiro trimestre do ano, graças à venda de ativos no Reino Unido e ao aumento das receitas e da capacidade instalada em Espanha. A empresa de energias renováveis registou lucros de 94 milhões de euros, comparando aos 68 milhões registados no mesmo período do ano passado.

Na informação financeira divulgada aos mercados e publicada na CMVM, a empresa liderada por Manso Neto nota que as receitas em território espanhol ficaram nos 132,4 milhões de euros, mais 13% que no primeiro trimestre de 2017, sendo que também aumentaram em Portugal. A exploração em território nacional trouxe receitas de mais 24% à empresa — 100,1 milhões de euros.

A empresa destaca também o aumento do EBITDA “beneficiando da evolução positiva das receitas e da eficiência operacional”, bem como a alienação de uma participação de 20% que detinha num projeto eólico offshore no Reino Unido e que trouxe 36 milhões de libras para os cofres da EDP Renováveis.

O que aumentou também nestes primeiros três meses do ano foi a dívida líquida, que escalou 167 milhões de euros face ao ano passado. A empresa justifica este número com “a caixa gerada pelos ativos, investimentos no período e a liquidação de um swap de taxa de juro em vigor para proteger o investimento em USD, nos EUA, contra diferenças cambiais.”

Em termos de produção, e por entre uma “carteira global de 11 GW repartidos por 11 países”, “10.862 MW são relativos a tecnologia eólica onshore, e 145 MW relativos a centrais de energia solar FV.” Só em Espanha aumentou em 50 MW a capacidade instalada, mas foi na América do Norte, onde tem um novo projeto eólico, que esta mais aumentou — mais 423 MW que no primeiro trimestre do ano passado.

(Notícia atualizada às 7h56 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Ventos de Espanha levam EDP Renováveis a lucrar mais 39% no primeiro trimestre do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião