FC Porto: Perdão de dívida é “concorrência desleal”

  • ECO e Lusa
  • 14 Maio 2018

Na apresentação de uma nova emissão obrigacionista, o administrador do Futebol Clube do Porto disse o clube nunca teve perdões de dívida, algo que considera "concorrência desleal".

Após ter comunicado aos mercados que iria emitir 35 milhões de euros em obrigações, o administrador do Futebol Clube do Porto, Fernando Gomes, afirmou que este é um investimento “seguro”, uma vez que o clube “respeitou sempre as suas obrigações perante a banca, e nunca teve perdões de dívidas, nem de juros”, algo que caracteriza como “concorrência desleal”.

“O FC Porto respeitou sempre as suas obrigações perante os seus investidores, respeitou sempre as suas obrigações perante a banca, e nunca teve perdões de dívidas, nem de juros”, referiu Fernando Gomes. Para o responsável da área financeira do FC Porto SAD, os azuis e brancos têm tido “um comportamento normal como cliente da banca” e considera que esse mesmo comportamento deve ser “exigível a todos os restantes competidores e adversários”.

“Evidentemente que isto se trata aqui de concorrência desleal, porque uns cumprem, porque é esse o seu princípio e a regra estabelecida na banca e outros beneficiam de situações que tornam esta competição menos justa”, alertou ainda.

Este leilão, com títulos que têm uma maturidade a três anos, oferece um juro é de 4,75%, superior ao da emissão feita no ano passado. O arranque do período de subscrição está marcado já para a próxima quarta-feira, dia 16 de maio, estendendo-se até ao primeiro dia de junho.

O empréstimo obrigacionista “surge da necessidade de o clube estabilizar esta nova época, de não ter sobressaltos financeiros”, uma vez que a próxima será um pouco mais descontraída com os elevados prémios da Liga dos Campeões e com a inscrição nas contas do novo acordo de transmissões televisivas com a MEO.

“É, perante o mercado, um bom investimento. Desde logo um investimento seguro e de boa razoabilidade em termos de taxa de juro face ao que o mercado oferece. Tem havido em anos anteriores uma elevada procura, muito superior ao valor da oferta, e é isso que esperamos que aconteça”, disse ainda Fernando Gomes.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

FC Porto: Perdão de dívida é “concorrência desleal”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião