Jesus Nuño de la Rosa é o novo presidente do El Corte Inglés

A administração destituiu Dimas Gimeno Álvarez, mas o responsável garante que vai recorrer a tribunal para tentar anular a decisão.

O El Corte Inglés destituiu “unanimemente” Dimas Gimeno Álvarez do cargo de presidente, nomeando Jesus Nuño de la Rosa como seu sucessor, de acordo com a notícia adiantada pelo Expansión (conteúdo em espanhol). Ainda que esta decisão tenha sido tomada, Dimas garante que vai recorrer a tribunal para a tentar anular.

Pela primeira vez em 83 anos de história, o Conselho de Administração da empresa nomeou um presidente que não pertence à família fundadora da marca, demitindo, assim, Dimas Gimeno, no cargo deste setembro de 2014. A decisão de alterar a liderança foi justificada pela necessidade de enfrentar os desafios do futuro e de promover uma nova fase de crescimento, escreve o jornal espanhol.

A reunião, que tinha sido convocada pelo secretário do Conselho, Antonio Hernandez-Gil, a pedido dos sete diretores — Marta e Cristina Alvarez, Lasaga Florencio, Carlos Martinez Echevarria, Jesus Nuno de la Rosa, Victor del Pozo e Paloma Garcia –, durou menos de uma hora. Na lista de assuntos constavam apenas três pontos: a aprovação da ata do conselho, a demissão do presidente e a nomeação de um substituto, e um momento para colocar questões.

No entanto, Dimas Gimeno não deverá ficar de braços cruzados. O responsável disse ao Expansión, esta quarta-feira, que vai recorrer da decisão em tribunal, alegando que se trata apenas de questões pessoais. “Certamente vou ser demitido e será nomeado outro presidente, mas a empresa vai passar de uma situação má para outra infinitamente pior”, garantiu.

"Certamente vou ser demitido e será nomeado outro presidente, mas a empresa vai passar de uma situação má para outra infinitamente pior.”

Dimas Gimeno Álvarez

Ex-presidente do El Corte Inglés

Gimeno foi nomeado presidente no final de 2014, após a morte do seu tio Isidoro Álvarez, pai das irmãs Marta e Cristina Álvarez. Contudo, estas sempre detiveram a maioria das ações do grupo. O conflito entre os primos despoletou em outubro do ano passado, quando a maioria do Conselho de Administração decidiu retirar as funções executivas a Gimeno e nomear dois CEO, um deles Jesus Nuño de la Rosa. Foi nessa altura que a maioria dos executivos se aliou às irmãs.

(Notícia atualizada às 12h41 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Jesus Nuño de la Rosa é o novo presidente do El Corte Inglés

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião