El Corte Inglés ruma a Cuba com a sua marca branca

El Corte Inglés começou a vender produtos de marca branca para Cuba através da italiana Farmavenda. O objetivo é chegar a uma dezena de lojas até 2019.

O El Corte Inglés regressa às origens, mais exatamente ao local onde os seus fundadores se conheceram antes de regressar a Espanha, arregaçar as mangas e criar a cadeia de grandes armazéns. O grupo começou agora a vender massas, molhos, conservas, picles e outros produtos a Cuba. Um negócio possível graças à italiana Farmavenda, uma empresa italiana que tem boas relações com o Governo cubano.

A venda dos produtos de marca branca Aliada e El Corte Inglés podem ser encontrados nos supermercados de Havana desde dezembro de 2017, quando a Farmavenda, através da sua filial em Espanha, começou a comprar os produtos ao grupo de distribuição espanhol e a exportá-los para Cuba, avança o Expansión (conteúdo em espanhol).

Por agora a distribuição destes produtos está ainda circunscrita a duas lojas, na zona de Malecón e outra no centro da cidade de Havana, mas fontes citadas pelo jornal espanhol garantem que a sua venda aumentará a uma dezena de lojas ao longo do ano.

A fórmula de colocar produtos noutros países através de um acordo com um parceiro não é nova para o El Corte Inglés. A cadeia de grandes armazéns, há cerca de dois anos, chegou a acordo com o importador chinês Ou-Jue Internacional para distribuir as suas marcas próprias Clube Gourmet e El Corte Inglés, assim como de outros fabricantes espanhóis, na China.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

El Corte Inglés ruma a Cuba com a sua marca branca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião