Vai nascer uma incubadora de startups na região de Pedrógão Grande

  • Lusa
  • 17 Junho 2018

Um grupo de amigos decidiu criar uma incubadora depois do Renascer Challenge, cujo objetivo passava por promover negócios na região e inspirar as pessoas a seguir em frente, com novas ideias.

Três amigos naturais de Pedrógão Grande decidiram puxar pela região onde cresceram com um concurso de ideias e agora pretendem criar uma incubadora na zona afetada pelo grande incêndio de junho de 2017.

Em maio, terminou a fase final do concurso de ideias de negócios Renascer Challenge, um projeto lançado por três amigos de Pedrógão Grande — Feliciano Roldão, de 37 anos, Sofia Carmo, de 38 anos, e Bruno Fernandes, de 34 –, em conjunto com a incubadora A Ponte e a Associação New Discoveries Portugal.

O objetivo passava por promover negócios na região e inspirar as pessoas a seguir em frente, com novas ideias, depois do grande incêndio de junho de 2017 ter afetado gravemente a zona. Este fogo provocou a morte a 66 pessoas, além de 250 feridos e prejuízos incalculáveis em empresas e floresta.

Depois de realizada essa iniciativa, o grupo de amigos, em conjunto com as mesmas organizações que apoiaram o concurso, avançam com a criação de uma incubadora ainda este ano, na região, contou à agência Lusa Feliciano Roldão, o único dos três amigos que vive fora de Pedrógão Grande.

Ao que tudo indica, Castanheira de Pera poderá ser o concelho escolhido para albergar o espaço, acrescentou, referindo que estão a decorrer reuniões com as autarquias de Castanheira de Pera e Pedrógão Grande para ser escolhido um espaço onde se possa fixar a entidade.

A incubadora pretende também ter uma colaboração com o Centro Investe, do município vizinho de Figueiró dos Vinhos. “A intenção é criar a incubadora este ano e, se possível, ainda no verão”, afirmou.

"Com esse evento, queremos trazer todos os anos inspiração para os empreendedores locais, debater os principais desafios para o futuro e promover um grande momento de ‘networking’ entre entidades locais e todos os nossos convidados.”

Feliciano Roldão

Para além do apoio aos projetos apoiados pelo concurso e a criação de uma incubadora, a equipa está também a preparar o “Renascer Summit”, uma conferência de empreendedorismo focada no interior, que se realizará em novembro.

“Lisboa tem a Web Summit, o Porto tem a Feira do Empreendedor e este seria o evento de empreendedorismo para esta região”, sublinhou Feliciano Roldão. O evento pretende ser “o grande evento sobre o interior”, querendo trazer bons exemplos para o debate, que estará focado em temas como o turismo e o desenvolvimento dos recursos naturais da região.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vai nascer uma incubadora de startups na região de Pedrógão Grande

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião