Luz Saúde: Preço de saída da bolsa nas mãos de auditor independente

Dada a reduzida liquidez da empresa em bolsa, a CMVM determinou que será um auditor independente a fixar o preço para a Luz Saúde comprar as ações nas mãos dos minoritários.

As condições para a retirada de bolsa da Luz Saúde está nas mãos de um auditor independente. A CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) optou por pedir a um auditor independente a fixação da contrapartida mínima a oferecer pelas ações da proprietária do Hospital da Luz. Em causa está a reduzida liquidez do título.

Em comunicado, o regulador informa que “solicitou à Ordem dos Revisores Oficiais de Contas a nomeação de um auditor independente para fixação da contrapartida mínima a oferecer por ocasião do pedido de perda da qualidade de sociedade aberta da Luz Saúde, pela aquisição das ações pertencentes aos acionistas que não tenham estado presentes ou representados ou votado favoravelmente na assembleia onde a mesma foi deliberada”.

A entidade liderada por Gabriela Figueiredo Dias explica a decisão pela reduzida liquidez da empresa em bolsa, o que torna “impossível determinar o valor justo e equitativo da contrapartida”.

Foi em março deste ano que foi conhecida a intenção de a Fidelidade, que é a maior acionista da Luz saúde, de pedir a exclusão de bolsa devido ao elevado nível de concentração do capital da empresa que detém o Hospital da Luz na seguradora detida pelos chineses da Fosun.

Na altura, a Fidelidade considerou que a “contrapartida adequada” a oferecer aos acionistas seria de 5,71 euros por ação, explicando que este valor incluía “um prémio de 2,77 euros relativo à cotação média ponderada”. Esse valor está cerca de 3% acima da atual cotação das ações a Luz Saúde: 5,55 euros. Entretanto, a CMVM vem dar conta que será um auditor independente a definir o valor adequado.

Foi a 13 de abril que os acionistas da Luz Saúde, reunidos em assembleia geral extraordinária aprovaram a retirada de bolsa da Luz saúde, com uma maioria de 98,799% do capital social. A empresa liderada por Isabel Vaz, é apenas uma das oito cotadas a sair de bolsa em apenas um ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Luz Saúde: Preço de saída da bolsa nas mãos de auditor independente

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião