CGD quer financiar-se em 500 milhões. Vem aí roadshow

  • ECO
  • 15 Junho 2018

O banco público mandatou seis bancos de investimento internacionais para que promovam reuniões com investidores. O objetivo de Paulo Macedo é atrair financiamento até 500 milhões de euros.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai promover um roadshow para se financiar em 500 milhões de euros. Para o efeito, o banco público já terá mandatado seis bancos de investimento internacionais para que organizem reuniões com investidores. A notícia foi já confirmada pela instituição à agência Lusa.

Fonte oficial da CGD precisou que a emissão é dedicada a investidores profissionais (não para clientes de retalho), é de dívida subordinada (Tier 2) e maturidade a 10 anos, “com uma opção de ‘call’ por parte da CGD decorridos 5 anos”.

Segundo a fonte, “com esta emissão cumpre-se o passo final do Plano de Recapitalização da CGD”.

De acordo com a agência Bloomberg, a instituição liderada por Paulo Macedo está a trabalhar com seis bancos para atrair o investimento. São eles o BNP Paribas, o Bank of America Merril Lynch, o CaixaBI, o Credit Agricole, o Credit Suisse e o Unicredit. As reuniões com potenciais investidores arrancam já na semana que vem, a partir de dia 18 de junho. Estes encontros deverão realizar-se em Lisboa, Londres e Paris.

A notícia surge numa altura em que a CGD se vê a braços com um plano de reestruturação, que implica o fecho de balcões, e no mesmo dia em que o ECO lhe apresenta um mapa com mais 22 agências que deverão encerrar ate ao final do ano. Ainda falta conhecer a lista dos 48 outros balcões que a CGD deverá encerrar até ao final de 2018. No ano passado, a CGD fechou 64 agências em Portugal.

(Notícia atualizada às 12h18 com confirmação do roadshow da CGD à Lusa)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CGD quer financiar-se em 500 milhões. Vem aí roadshow

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião