A tarde num minuto

Não teve tempo de ler as notícias esta tarde? Fizemos um best of das mais relevantes para que fique a par de tudo o que se passou, num minuto.

Credores do Sporting estão cada vez mais com… o credo na boca. Auditor alerta para risco de continuidade da SAD leonina. Investidores temem incumprimento e obrigações perdem mais de 10% do seu valor. Os combustíveis têm vindo a subir. E mais de metade do valor pago por litro são impostos. O PSD critica. Em vídeo, explica o porquê, acusando a geringonça de promessas que não cumpre.

As obrigações da SAD do Sporting nunca valeram tão pouco na bolsa, com a crise no seio do clube a afetar cada vez mais confiança dos obrigacionistas e investidores na capacidade de cumprimento da dívida que vence em novembro.

Os preços dos combustíveis têm subido de forma expressiva. Perante a escalada das cotações do petróleo, os valores de venda da gasolina e do gasóleo nos postos de abastecimento nacional disparou, sendo que mais de metade do valor pago pelos consumidores são impostos. Num vídeo publicado nas redes sociais, o PSD denuncia a elevada fatura suportada pelos portugueses, criticando o Governo, bem como os partidos que apoiam a solução governativa, de fazerem promessas que não podem cumprir, nomeadamente a descida do ISP. Diz que “não há uma varinha de condão”.

Portugal está mais perto de beneficiar de um novo prolongamento dos prazos para devolver o empréstimo oficial europeu, isto depois de a Comissão Europeia ter sido autorizada a emitir obrigações que vão facilitar uma extensão das maturidades da dívida contraída em 2011 junto do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (MEEF).

Numa altura alta para o mercado imobiliário, a Engel & Völkers prepara-se para apostar forte em território nacional. A agência alemã vai investir 1,3 milhões de euros na criação de um market center em Lisboa, para o qual vai recrutar 150 consultores imobiliários e 15 outros postos de trabalho. Focada essencialmente em 24 freguesias da capital, o objetivo passa ainda por chegar a oito concelhos nas zonas norte e sul do país.

O Super Bock Group criou uma cerveja específica para o mercado chinês, numa aposta inédita que representa o “compromisso” do grupo com o seu maior mercado de exportação, revelou o presidente executivo da empresa.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

A tarde num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião