Programa do CDS vai incluir propostas sobre trabalho precário

  • ECO
  • 2 Julho 2018

No programa eleitoral do CDS estarão medidas para responder à necessidade de um novo enquadramento laboral para impedir a fraude no trabalho temporário e para adaptar a legislação à economia digital.

O CDS tem estado a preparar o seu programa eleitoral, no qual estarão incluídas medidas que consigam “responder ao trabalho precário”, adiantou Adolfo Mesquita Nunes, ao Público (acesso condicionado). As propostas estão a ser pensadas “também a nível de custos“, e o objetivo, explicou, passa por “preparar Portugal e os portugueses para as oportunidades e os riscos da economia global”.

De acordo com o vice-presidente do partido, e responsável pela coordenação das propostas, o programa está a ser pensado de forma a responder à necessidade de um novo “enquadramento laboral para impedir a fraude no trabalho temporário e para adaptar a legislação à economia digital e aos trabalhadores independentes”.

Neste sentido, a sua elaboração obedece a “duas dinâmicas”: uma relacionada com a “preparação de propostas”, e uma que passa por estabelecer “a mensagem e o propósito”, de forma a “deixar claro que o CDS pode perceber os riscos” que existem nos dias de hoje, “mas também as oportunidades e preparar o país para a mudança”, adiantou Adolfo Mesquita Nunes.

As propostas estão “a ser pensadas também a nível dos custos”, uma vez que são tidos em conta “aqueles que sofrem com os riscos, mas sem deixar de fora as condições e circunstâncias do país e a economia real”. Relativamente às áreas concretas em que o programa está a ser trabalhado, destaque para a procura de um novo “enquadramento laboral” que responda aos trabalhadores independentes e para os que vivem em situação de precariedade.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Programa do CDS vai incluir propostas sobre trabalho precário

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião