Petróleo supera os 75 dólares em Nova Iorque. Está em máximos de 2014

Dois portos estratégicos da Líbia cortaram as exportações em 850 mil barris por dia, levando o petróleo a negociar em máximos de três anos e meio.

O petróleo está a negociar em máximos de três anos e meio esta terça-feira, numa altura em que os investidores reagem à quebra na produção da matéria-prima. A contribuir para este movimento está, sobretudo, um corte significativo das exportações por parte da Líbia, mas também há estimativas de novas quebras nos Estados Unidos.

O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, está a cotar nos 73,60 dólares por barril. Mas, esta tarde, chegou a tocar nos 75,27 dólares, o valor mais elevado desde novembro de 2014.

Petróleo acima dos 75 dólares em Nova Iorque

Também o Brent, negociado em Londres, está a acompanhar este movimento, a cotar nos 77,75 dólares por barril. Nesta sessão, já chegou a tocar nos 78,55 dólares, que também é o valor mais elevado desde novembro de 2014.

A justificar estas valorizações está o anúncio feito pela Corporação Nacional do Petróleo da Líbia, de que dois portos estratégicos do país cortaram as exportações em 850 mil barris por dia.

Ao mesmo tempo, a produção nos Estados Unidos tem vindo a cair há quase um mês. Os analistas consultados pela Reuters antecipam que os stocks norte-americanos tenham caído pela quarta semana consecutiva, em cerca de 3,3 milhões de barris, na semana terminada a 29 de junho.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Petróleo supera os 75 dólares em Nova Iorque. Está em máximos de 2014

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião