Os 10 mandamentos da “mulher Sonae”, segundo Belmiro de Azevedo

Em 1985, Belmiro de Azevedo definiu o Homem Sonae, um "líder ou candidato a líder". Em 2009, reconheceu que, se voltasse atrás, escreveria os mandamentos "do homem ou mulher" Sonae.

A 25 de maio de 1985, Belmiro de Azevedo definiu para a formação da cultura Sonae o perfil do “homem Sonae”. No dia em que comemorou 50 anos, Belmiro de Azevedo haveria de antecipar o dia de hoje: a 18 de agosto de 2009, notou que não faria grandes alterações ao texto, exceto uma: “Em vez do Homem Sonae, ter-se-ia de dizer o Homem e a Mulher Sonae”.

Nos anos 85, Belmiro falou do perfil para definir a liderança no grupo. “Os verdadeiros líderes são-no naturalmente. Não são impostos, impõem-se. São seguidos com facilidade por quem os rodeia. Têm um espírito de missão, uma visão e, de facto, o seu contributo para o bem-estar das sociedades onde se inserem é largamente suprir às promessas utópicas de líderes políticos, que pugnam por igualitarismo ultrapassado e insistem em dogmas mais ou menos obsoletos e que historicamente foram arquivados para que conste”, disse o fundador do grupo.

Como é então o Homem Sonae?

  1. O Homem Sonae ou é líder ou candidato a líder.
  2. O homem Sonae é um homem culto, evoluindo do estágio de competência técnica para o estágio de homem culto em geral.
  3. O Homem Sonae deve ter disponibilidade temporal e resistência física para vencer períodos mais intensos de carga de responsabilidades.
  4. O Homem Sonae deve ter a disponibilidade mental para aceitar críticas vindas de superiores, pares ou subordinados. Deve reagir, replicar, mas saber evitar a retaliação sistemática.
  5. O Homem Sonae deve ter em alto apreço o trabalho dos seus subordinados, cuidando permanentemente para que as condições de trabalho e o grau de conhecimento de todos os trabalhadores sejam continuamente melhorados. Sendo chefe, tem que ser também o colega estimado.
  6. O Homem Sonae deve ser conhecido interna e externamente pela verticalidade do seu caráter.
  7. O Homem Sonae deve ter elevados critérios de exigência pessoal, com forte devoção às suas tarefas, embora procurando sempre um justo equilíbrio com outras atividades (desportivas, associativas e apoio à comunidade) de modo a que possa naturalmente manter um correto balanço entre os seus deveres para consigo próprio, para com a família, para com a empresa e para com a comunidade.
  8. O Homem Sonae deve ter um código ético e deontológico rigoroso.
  9. O Homem Sonae tem que aceitar o desafio da competição interna e externa, lutar por todos os lugares disponíveis que lhe sejam eventualmente oferecidos, mas também aceitar perder sem ressentimento, daí colhendo ensinamentos para se apresentar em melhores condições numa segunda oportunidade. A disponibilidade permanente para assumir novas funções é condição fundamental para um enriquecimento profissional progressivo.
  10. O Homem Sonae que procura a excelência, fá-lo pelo somatório das boas decisões que vai tomando diariamente e exclui liminarmente êxitos parciais, comportamentos superficiais e atos de fachada. O Homem Sonae tem que ser adulto no pensamento, firme, sem ser duro, na decisão, corajoso, sem ser aventureiro, na ação.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Os 10 mandamentos da “mulher Sonae”, segundo Belmiro de Azevedo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião