Eduardo Piedade substitui Cláudia Azevedo na Sonae IM

Eduardo Piedade vai ser presidente executivo da Sonae IM, subsituindo no cargo Cláudia Azevedo, que sobe a CEO de todo o grupo Sonae.

A Sonae IM, a exemplo do que acontece com a Sonae Capital, também vai sofrer alterações ao nível da sua estrutura máxima. A escolha para suceder a Cláudia Azevedo, no cargo de presidente executivo, recaiu em Eduardo Piedade, que já era administrador da Sonae IM.

A notícia foi confirmada ao ECO por fonte oficial da Sonae.

Estas alterações acontecem depois de a Sonae ter anunciado, esta terça-feira, ao mercado, que Cláudia Azevedo, a filha mais nova de Belmiro, foi a escolhida para liderar a holding Sonae SGPS, no próximo mandato, substituindo assim a dupla de co-CEO Ângelo Paupério e Paulo Azevedo. Este último vai manter-se como chairman do grupo, cargo que já ocupava.

A Sonae IM é a empresa do portefólio de negócios da Sonae focada no investimento em empresas tecnológicas nas áreas de telecomunicações e retalho.

Com esta subida ao cargo de CEO, Eduardo Piedade, que está no grupo Sonae, desde 2001, vai ter a seu cargo uma empresa que está presente em 13 países e conta com mais de mil colaboradores. Entre as empresas que fazem parte da sub-holding estão nomes como a WeDO, Spahety, Bizdirect, S21SEC e Movvo. Piedade, bem ao estilo do que Belmiro definiu como “o homem Sonae“.

A empresa tem estado bastante ativa na compra de empresas internacionais ligadas à segurança informática e a tecnologias emergentes, como a inteligência artificial. Já este ano, foi anunciada a operação de fusão de duas empresas espanholas, num primeiro passo para criar uma empresa líder em cibersegurança a nível europeu.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Eduardo Piedade substitui Cláudia Azevedo na Sonae IM

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião