Ronaldo na Juventus esgota bilhetes de época em três dias

  • Lusa
  • 20 Julho 2018

Três dias após a apresentação de Cristiano Ronaldo na Juventus, o clube italiano já esgotou todos os 29.300 lugares cativos no AllianzStadium. 95% dos detentores renovaram os seus bilhetes de época.

A Juventus já vendeu todos os 29.300 lugares cativos no Allianz Stadium para os jogos caseiros da época 2018/19, três dias depois da apresentação do futebolista internacional português Cristiano Ronaldo, contratado ao Real Madrid. Em relação época passada, 95% dos detentores de bilhetes de época renovaram os mesmos e os lugares vagos acabaram esta quinta-feira, com a venda reservada aos sócios do clube de fãs oficial da Juventus.

“Os sócios e membros do fã clube oficial da Juventus foram os únicos que conseguiram os novos lugares disponíveis este ano. Assim, não haverá venda ao público”, explicou o clube vencedor dos últimos sete campeonatos italianos. Para cada encontro da época 2018/19, a Juventus colocará, no entanto, à venda cerca de 12.000 bilhetes para o público em cada encontro.

A euforia no clube de Turim é grande, sobretudo depois da contratação ao Real Madrid do internacional português Cristiano Ronaldo, que deixou os merengues, depois de nove anos, como melhor marcador da história do clube.

Nas últimas três épocas em Madrid, o capitão da seleção lusa ajudou o clube a vencer outras tantas edições da Liga dos Campeões, a obsessão da Juventus, recordista de finais perdidas, a sétima e última em 2017. Cristiano Ronaldo marcou, então, dois golos, contribuindo decisivamente para o triunfo do Real Madrid por 4-1 sobre o conjunto italiano, vencedor da prova em 1985 e 1996.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ronaldo na Juventus esgota bilhetes de época em três dias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião