Conheça os novos diretores adjuntos da PJ. Entre eles há uma mulher, pela primeira vez

A Direção Nacional da Polícia Judiciária anunciou novos membros. Entre eles está Luísa Proença, a primeira mulher a chegar a diretora adjunta da organização. Tomam posse sexta-feira, dia 27 de julho.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou novos nomes para a Direção Nacional. Depois de Luís Neves ter tomado posse em junho como diretor, foram hoje conhecidos os diretores adjuntos que farão parte do mandato dos próximos três anos: Carlos Farinha, Veríssimo Milhazes e Luísa Proença — a primeira mulher a ocupar este cargo na organização, responsável pela área financeira.

A nova diretora adjunta ocupava desde 2015 o cargo de responsável pelos fundos europeus para a Justiça, no gabinete da secretária de Estado, onde assegurava a representação legal do Ministério da Justiça em vários comités europeus e coordenou a representação deste ministério em vários projetos de “interoperabilidade europeia de serviços de justiça, em matéria civil e criminal”, segundo nota curricular do Diário da República. O novo cargo é um regresso aos quadros da PJ, onde já tinha sido chefe de área de projetos, inovação e conhecimento entre 2005 e 2015.

Carlos Farinha integra a PJ desde 1981, onde começou como perito de criminalística e passou por vários cargos, sendo diretor do Laboratório de Polícia Científica (LPC) desde 2009 até ao presente. É representante permanente de Portugal junto do European Network Forensic Science Institutes (ENFC) e membro do Diretório da Associação Ibero-Americana de Criminalística e Ciências Forenses (AICEF) desde 2011.

Já Veríssimo Milhazes deixa o cargo de diretor da Unidade de Informação de Investigação Criminal, onde esteve desde 2012. É ainda membro de diversos júris de recrutamento e seleção da PJ e já foi agraciado com três louvores atribuídos pelo Ministério da Justiça.

A tomada de posse decorre esta sexta-feira, dia 27, na sede da Policia Judiciária, presidida pela ministra da Justiça, Francisca Van Dunem.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Conheça os novos diretores adjuntos da PJ. Entre eles há uma mulher, pela primeira vez

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião