EDP retira força à bolsa de Lisboa. BCP ampara queda

Praça lisboeta fechou a sessão de hoje ligeiramente abaixo da linha de água devido ao mau desempenho da EDP. Ganhos do BCP ampararam a queda do PSI-20. Europa encerrou o dia em alta.

A praça nacional encerrou a sessão desta terça-feira em terreno negativo, penalizada sobretudo pela EDP. A queda da bolsa lisboeta não foi mais expressiva graças a quatro dos pesos pesados: EDP Renováveis, Galp, BCP e Jerónimo Martins, que evitaram perdas maiores em Lisboa.

O PSI-20, o principal índice português, fechou o dia a recuar 0,14% para 5619.800 pontos. Foram 12 as cotadas nacionais a pressionar a bolsa, com o protagonismo a cair na EDP: a elétrica nacional registou uma queda de 1,25% para 3,489 euros.

Destaque ainda para a Ibersol e para a F. Ramada, que terminaram a sessão com as quedas mais acentuadas em todo o índice: ambas recuaram 1,96% para 10,0 euros. Ainda a vermelho, e com a segunda maior queda, ficou a Sonae Capital, que registou uma descida de 1,86% para 0,897 euros.

Também os CTT registaram perdas na ordem dos 1,51% para os 3,006 euros por ação, no dia em que vão ser apresentadas as contas da empresa relativamente ao primeiro semestre do ano. De recordar que nos primeiros três meses do ano, o operador de correio postal registou uma queda de quase 50% para 5,4 milhões de euros.

Em terreno positivo, e com o maior ganho da sessão, fechou a EDP Renováveis, registando um aumento de 1,61% para 8,83 euros. A Galp e o BCP também ampararam a queda da bolsa de Lisboa: ganharam 1,12% para 17,59 euros e 0,94% para 0,2684, respetivamente.

Nas restantes praças europeias, o sentimento foi contrário ao de Portugal, com a maioria das praças no verde. O Stoxx-600 avançou 0,32% para 392.17 pontos, no dia em que o Eurostat divulgou os dados mais recentes relativos à inflação e ao desemprego na Europa, apontando para uma taxa de desemprego de 8,3% na Zona Euro, a mais baixa desde maio de 2008. O francês CAC-40 avançou 0,37%, o alemão Dax subiu 0,20% e o espanhol IBEX também encerrou a valorizar 0,16%.

Comentários ({{ total }})

EDP retira força à bolsa de Lisboa. BCP ampara queda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião