A manhã num minuto

Não sabe o que se passou durante a manhã? Fizemos um vídeo que reúne as notícias mais relevantes, em apenas um minuto.

O Economist mostra-se mais pessimista que o Governo Português no défice e no crestimento. Segundo os dados do Eurostat, Portugal é o terceiro país da UE onde a energia é mais cara para as famílias. A Galp Energia atingiu um novo máximo histórico, tendo sido a cotada mais valiosa da Bolsa de Lisboa. A administração da CP está de saída. O incêndio em Monchique continua sem dar tréguas. Estas e outras notícias que marcaram a manhã desta terça-feira.

O ECO teve acesso a uma parte do relatório da Economist Intelligence Unit sobre Portugal e conversou com a economista da unidade de análise da revista britânica The Economist sobre o Orçamento.

Portugal surge na terceira posição do ranking de preços da energia mais caros da União para as famílias. Taxas e impostos pagos na eletricidade são os segundos mais elevados e no gás são os quartos.

O dia começou morno, mas à medida que a sessão decorre a praça lisboeta reforça ganhos e surgem as surpresas positivas. A Galp Energia é o foco das atenções num dia em que as suas ações assinalam um novo máximo histórico. Os seus títulos valorizam mais de 1%.

O conselho de administração da CP, composto por Carlos Nogueira, Abrantes Machado e Ana Malhó, está de saída e o Ministério do Planeamento já está à procura de uma nova equipa.

Intensidade do fogo de Monchique obriga a que as equipas e meios sejam reforçados. Os produtores florestais falam do plano de prevenção que o Algarve espera há sete meses. Chamas chegam a Portimão.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A manhã num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião