Galp escolhe Ernst & Young para substituir PwC como auditor externo

  • Marta Santos Silva
  • 10 Agosto 2018

A empresa energética anunciou que, para as contas de 2019 a 2022, vão substituir a PwC pela Ernst & Young enquanto auditor externo, de forma a manter a independência do auditor.

A Galp anunciou esta sexta-feira que escolheu um novo auditor externo para as contas dos próximos quatro anos, entre 2019 e 2022. A Ernst & Young vai substituir a PwC, atual auditora das contas da energética.

O objetivo da substituição, refere a empresa num comunicado enviado para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, é “assegurar a manutenção do elevado grau de independência do auditor externo”.

A Ernst & Young Audit & Associados, acrescenta a Galp, foi escolhida para fazer a auditoria externa da Galp no quadriénio 2019-2022 após um processo de consulta. A Galp fizera o mesmo em 2011, quando escolheu a PwC para auditora externa em substituição da Deloitte, que fizera esse trabalho desde 2002.

Os resultados da Galp para o primeiro semestre, apresentados no final de julho, mostraram lucros de 387 milhões de euros, um aumento de 68% em relação ao mesmo período em 2017. Em parte, a melhoria destes resultados deve-se à subida dos preços do petróleo, mas também ao aumento de produção.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp escolhe Ernst & Young para substituir PwC como auditor externo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião