Londres é palco de um novo atentado junto ao Parlamento

Um carro embateu contra as barreiras do Parlamento britânico, deixando duas pessoas feridas, mas nenhuma em estado grave. O condutor já foi detido pelas autoridades.

Um carro atropelou várias pessoas esta manhã, acabando por embater contra as barreiras de segurança do Parlamento britânico, ferindo duas pessoas, adianta a CNN (conteúdo em inglês). De acordo com a Polícia Metropolitana de Londres, o condutor, com 20 anos e do sexo masculino, foi detido no local, suspeito de crimes de terrorismo.

Hoje, às 7h37, um carro colidiu com as barreiras exteriores do Parlamento. O condutor, do sexo masculino, foi detido pela polícia no local. Vários pedestres ficaram feridos. A polícia vai continuar no local. Serão emitidas mais informações assim que as tivermos“, escreveu a Polícia Metropolitana, na conta do Twitter. Mais tarde, de acordo com a CNN, as autoridades anunciaram que o acidente está a ser tratado como um caso de terrorismo, estando a polícia antiterroristas a liderar a investigação.

O condutor estava sozinho no automóvel, não tendo sido encontrada nenhuma arma no local. O acidente levou ao encerramento da estação de metro vizinha de Westminster, tendo a polícia aconselhado as pessoas a evitarem a área. De acordo com a Sky News, há “dezenas de polícias armados no local” e, pelo menos, dez veículos policiais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Londres é palco de um novo atentado junto ao Parlamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião