Farfetch faz pedido para avançar com entrada em bolsa

Empresa fundada pelo português José Neves avança no sentido da entrada em bolsa. Já registou o pedido de admissão ao mercado de capitais, diz o Business of Fashion.

A Farfetch fez o pedido oficial para avançar com a entrada em bolsa, de acordo com o Business of Fashion. A empresa, sediada em Londres, está cada vez mais perto da bolsa. O número de ações e o valor a que serão transacionadas ainda não foi revelado.

Em março, o unicórnio tinha contratado dois bancos de investimento internacionais JP Morgan e Goldman Sachs para liderarem os preparativos para a Oferta Pública Inicial (IPO), operação que, segundo o Financial Times, deveria acontecer ainda este ano. Agora, a empresa liderada pelo português José Neves está cada vez mais perto da entrada em Nova Iorque.

Os primeiros rumores de que a empresa de comércio eletrónico de luxo estaria em processo de entrada na bolsa de Nova Iorque surgiram há mais de um ano. O processo poderia levar a empresa a uma valorização na ordem dos 5 mil milhões, segundo contas do Business of Fashion publicadas em junho de 2017.

Apesar do crescimento que levou a avaliação da empresa a disparar, a Farfetch revelou no início deste ano, pela primeira vez, as contas, relativas a 2016. A empresa não conseguiu ainda alcançar resultados positivos, registando perdas de 39,8 milhões de euros antes dos impostos. Nesse ano, as receitas foram de 170 milhões de euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Farfetch faz pedido para avançar com entrada em bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião