Farfetch faz pedido para avançar com entrada em bolsa

Empresa fundada pelo português José Neves avança no sentido da entrada em bolsa. Já registou o pedido de admissão ao mercado de capitais, diz o Business of Fashion.

A Farfetch fez o pedido oficial para avançar com a entrada em bolsa, de acordo com o Business of Fashion. A empresa, sediada em Londres, está cada vez mais perto da bolsa. O número de ações e o valor a que serão transacionadas ainda não foi revelado.

Em março, o unicórnio tinha contratado dois bancos de investimento internacionais JP Morgan e Goldman Sachs para liderarem os preparativos para a Oferta Pública Inicial (IPO), operação que, segundo o Financial Times, deveria acontecer ainda este ano. Agora, a empresa liderada pelo português José Neves está cada vez mais perto da entrada em Nova Iorque.

Os primeiros rumores de que a empresa de comércio eletrónico de luxo estaria em processo de entrada na bolsa de Nova Iorque surgiram há mais de um ano. O processo poderia levar a empresa a uma valorização na ordem dos 5 mil milhões, segundo contas do Business of Fashion publicadas em junho de 2017.

Apesar do crescimento que levou a avaliação da empresa a disparar, a Farfetch revelou no início deste ano, pela primeira vez, as contas, relativas a 2016. A empresa não conseguiu ainda alcançar resultados positivos, registando perdas de 39,8 milhões de euros antes dos impostos. Nesse ano, as receitas foram de 170 milhões de euros.

Comentários ({{ total }})

Farfetch faz pedido para avançar com entrada em bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião