Receitas de jogo online disparam. Lucros do Estoril-Sol crescem

  • Lusa
  • 30 Agosto 2018

No primeiro semestre do ano, as receitas do jogo representaram 108,4 milhões de euros. As do jogo online cresceram 75%.

O Estoril-Sol registou 10,1 milhões de euros de lucro no primeiro semestre, uma subida de 3% em comparação com igual período do ano anterior, foi comunicado esta quinta-feira ao mercado.

De acordo com o comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), no período em causa, o resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) fixou-se em 20,3 milhões de euros, uma subida de 1,5% em comparação com o período homólogo.

Nos primeiros seis meses do ano, as receitas do jogo representaram 108,4 milhões de euros, valor que compara com os 100,7 milhões de euros obtidos em igual semestre do ano anterior.

“O jogo físico apresentou uma taxa de crescimento de 2,5% e as receitas do jogo ‘online’ cresceram 75%”, explicou o grupo. Por sua vez, as receitas operacionais de restauração e animação apresentaram um crescimento de 3,3%, tendo totalizado 4,5 milhões de euros.

“O aumento dos custos operacionais do grupo em 6,9% reflete o investimento levado a cabo pelo grupo no sentido de dinamizar e aumentar a oferta de entretenimento, lazer e restauração nos casinos físicos por si explorados, mas principalmente o forte investimento em ‘marketing’ e publicidade levado a cabo pelo grupo durante o primeiro semestre de 2018”, lê-se no documento.

No primeiro semestre, o grupo efetuou investimentos no valor de um milhão de euros, o que compara com os 4,1 milhões de euros investidos no primeiro semestre de 2017.

“Num esforço concentrado de equilíbrio financeiro e menos dependência de terceiros, o grupo tem vindo a reduzir sucessivamente o seu passivo bancário, tendo dessa redução resultado uma diminuição significativa dos encargos financeiros suportados pelo grupo. No final de junho de 2018, o passivo bancário ascendia a 2,5 milhões de euros”, indicou.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Receitas de jogo online disparam. Lucros do Estoril-Sol crescem

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião