Altri tem luz verde da Concorrência. Já pode comprar a EDP Bioeléctrica

Depois de anunciar o acordo com a EDP para a compra dos restantes 50% da Bioelétrica, a Altri obteve ok por parte da Autoridade da Concorrência. Vai pagar 55 milhões.

A Altri tem caminho livre para a comprar a restante participação da EDP Bioeléctrica. Recebeu ok por parte da Autoridade da Concorrência para concluir um negócio avaliado em 55 milhões de euros que deverá ficar concluído até ao final deste ano.

Depois de ter anunciado, no final de julho, que celebrou um acordo com a EDP – Energias de Portugal, S.A. (EDP), para adquirir 50% do capital social e dos direitos de voto de que aquela é titular no capital da EDP Produção – Bioeléctrica, S.A. (EDP Bioeléctrica), agora recebe a autorização que faltava.

Em comunicado enviado à CMVM, a empresa co-liderada por Paulo Fernandes revela que “a Autoridade da Concorrência não se opôs à referida transação”, permitindo assim à Altri assumir, em consequência desse acordo, o controlo de 100% da EDP Bioeléctrica.

“Mais se informa, nos termos previstos no acordo celebrado, que a concretização da transação se venha a realizar ainda no decurso do presente ano de 2018”, nota a Altri, que vai pagar um “montante global estimado” de 55 milhões de euros por “um player de referência no mercado da produção de energia elétrica produzida a partir de biomassa florestal”.

Comentários ({{ total }})

Altri tem luz verde da Concorrência. Já pode comprar a EDP Bioeléctrica

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião