Vila Galé inaugura novo resort no Brasil num investimento de 31 milhões de euros

  • Lusa
  • 3 Setembro 2018

O Grupo Vila Galé inaugurou um resort em Touros, no estado de Rio Grande do Norte, num investimento de 31 milhões de euros (150 milhões de reais). É a oitava unidade da empresa no Brasil.

O Grupo Vila Galé inaugurou esta segunda-feira um novo resort em Touros, no estado brasileiro do Rio Grande do Norte, a uma hora de Natal, num investimento de 31 milhões de euros (150 milhões de reais).

O Vila Galé Touros – Hotel Resort Conference & Spa é a oitava unidade da empresa naquele país, contando com uma área de 113 mil metros quadrados, 514 quartos, seis restaurantes, piscinas, spas e outras características. Tem ainda um centro de convenções com capacidade para 1.200 pessoas, adiantou a empresa em comunicado.

O empreendimento irá criar 300 empregos diretos e cerca de 1.200 indiretos.

“Mais do que nunca, temos a preocupação de criar algo diferente e inovador, valorizador da oferta hoteleira e turística do país”, referiu o presidente da Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, em comunicado.

A empresa está no Brasil desde 2001 e conta, atualmente, “com três hotéis de cidade – em Fortaleza, Salvador e Rio de Janeiro – e cinco resorts: Vila Galé Marés (Guarajuba, Bahia), Vila Galé Cumbuco (Caucaia, Ceará), Vila Galé Eco Resort do Cabo (Cao de Santo Agostinho, Pernambuco), Vila Galé Angra dos Reis (Angra dos Reis, Rio de Janeiro) e agora o Vila Galé Touros”, refere o mesmo comunicado.

No final do mês de agosto, a Vila Galé venceu o concurso do programa Revive para a Coudelaria de Alter do Chão (Portalegre), prevendo-se um investimento de oito milhões de euros na recuperação de uma parte do edificado. Em cima da mesa está um hotel temático de quatro estrelas, com cerca de 76 quartos, adiantou a secretaria de Estado do Turismo.

Comentários ({{ total }})

Vila Galé inaugura novo resort no Brasil num investimento de 31 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião