Vila Galé inaugura novo resort no Brasil num investimento de 31 milhões de euros

  • Lusa
  • 3 Setembro 2018

O Grupo Vila Galé inaugurou um resort em Touros, no estado de Rio Grande do Norte, num investimento de 31 milhões de euros (150 milhões de reais). É a oitava unidade da empresa no Brasil.

O Grupo Vila Galé inaugurou esta segunda-feira um novo resort em Touros, no estado brasileiro do Rio Grande do Norte, a uma hora de Natal, num investimento de 31 milhões de euros (150 milhões de reais).

O Vila Galé Touros – Hotel Resort Conference & Spa é a oitava unidade da empresa naquele país, contando com uma área de 113 mil metros quadrados, 514 quartos, seis restaurantes, piscinas, spas e outras características. Tem ainda um centro de convenções com capacidade para 1.200 pessoas, adiantou a empresa em comunicado.

O empreendimento irá criar 300 empregos diretos e cerca de 1.200 indiretos.

“Mais do que nunca, temos a preocupação de criar algo diferente e inovador, valorizador da oferta hoteleira e turística do país”, referiu o presidente da Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, em comunicado.

A empresa está no Brasil desde 2001 e conta, atualmente, “com três hotéis de cidade – em Fortaleza, Salvador e Rio de Janeiro – e cinco resorts: Vila Galé Marés (Guarajuba, Bahia), Vila Galé Cumbuco (Caucaia, Ceará), Vila Galé Eco Resort do Cabo (Cao de Santo Agostinho, Pernambuco), Vila Galé Angra dos Reis (Angra dos Reis, Rio de Janeiro) e agora o Vila Galé Touros”, refere o mesmo comunicado.

No final do mês de agosto, a Vila Galé venceu o concurso do programa Revive para a Coudelaria de Alter do Chão (Portalegre), prevendo-se um investimento de oito milhões de euros na recuperação de uma parte do edificado. Em cima da mesa está um hotel temático de quatro estrelas, com cerca de 76 quartos, adiantou a secretaria de Estado do Turismo.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Vila Galé inaugura novo resort no Brasil num investimento de 31 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião