Cabify quer entrar em bolsa no próximo ano

Os fundadores da plataforma decidiram estrear-se na bolsa de Madrid, de forma a diversificar as fontes de financiamento e dar mais liquidez aos atuais investidores.

Os fundadores da Cabify estão a planear a entrada da plataforma de transportes na bolsa espanhola no próximo ano, por considerarem que, em Espanha, o negócio vai contribuir mais em impostos do que todos os taxistas juntos, avança o Expansión (conteúdo em espanhol). Avaliada em mais de mil milhões de dólares, a empresa fundada em Madrid conta atualmente com 400 funcionários, responsáveis por 25% do capital.

De acordo com o jornal espanhol, esta entrada — prevista para daqui a 18 meses –, vai acontecer em Madrid com uma percentagem significativa e é uma forma de garantir um compromisso com o país de origem.

Esta estreia em bolsa é uma forma de diversificar as fontes financiamento e dar mais liquidez aos atuais investidores, como é o caso de Kevin Laws, da AngelList, e de outros acionistas como a Seaya, Rakuten, Atento, LiiL, WTI, Endeavor ou Catalyst.

A Cabify é controlada em território espanhol pela Maxi Mobility Spain e, de acordo com fontes citadas pelo jornal espanhol, os motoristas associados à plataforma já contribuem com mais de 40 milhões em impostos, um valor que, no próximo ano, vai superar as contribuições de todo o setor de táxis.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cabify quer entrar em bolsa no próximo ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião