Preço das casas usadas sobe o dobro das novas

  • ECO
  • 24 Setembro 2018

Houve um aumento de 12,6% nos preços dos imóveis, este ano. No caso dos imóveis novos, o aumento foi de 6,3%.

Os preços das casas continuam a subir, apesar de o ritmo ter abrandado. Ainda assim, o índice de preços da habitação do INE aumentou pelo 19.º trimestre consecutivo, atingindo máximos. Esta é uma evolução para a qual está a contribuir essencialmente a subida dos valores de venda dos imóveis usados.

O índice de preços das casas já existentes atingiu os 132,90 pontos, no segundo trimestre deste ano. Houve um aumento de 12,6% face ao mesmo período do ano anterior, revelam os dados do INE. No caso dos imóveis novos, o aumento foi de 6,3%, no mesmo período. Ou seja, os preços das casas usadas aumentaram o dobro dos imóveis novos, diz o Jornal de Negócios (acesso pago).

O mesmo resultado observa-se quando é comparada a evolução dos preços das casas face aos mínimos atingidos no arranque de 2013. Neste caso, conta o jornal, os valores de venda dos imóveis usados subiram 46,5%, enquanto nas casas novas o aumento foi de 24,1%, um resultado que Luís Lima explica com a falta de oferta nova nas zonas de maior procura.

“É nos centros das cidades que se concentra o grosso da procura. As pessoas preferem viver no centro das cidades, e preferem viver numa casa usada, mas perto de todas as infraestruturas, do que viver mais longe numa casa nova. É uma evolução que se prende com os desejos da procura existente”, afirmou recentemente o presidente da APEMIP.

Comentários ({{ total }})

Preço das casas usadas sobe o dobro das novas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião