Autoridades italianas multam Apple e Samsung

Os consumidores italianos queixam-se de que as atualizações de software tornam os dispositivos mais lentos, e de que são desenhadas para levar os clientes a comprar a próxima versão.

As autoridades italianas que regulam a concorrência vão multar a Apple e a Samsung. As fabricantes terão de pagar cinco milhões de euros cada, pelas atualizações de software que tornam os telemóveis mais lentos. À Apple é ainda aplicada uma multa adicional, de mais cinco milhões, por não informar corretamente os clientes sobre como tratar das baterias.

A decisão da Autoridade da Concorrência de Itália foi motivada por queixas dos consumidores, de que as atualizações diminuíam significativamente o desempenho dos smartphones. Reclamam ainda que as marcas têm como propósito “empurrar” os clientes a comprar a próxima versão dos telemóveis, noticia a imprensa italiana, citada pela Reuters (acesso livre/conteúdo em inglês).

A instituição italiana refere em comunicado que as fabricantes de telemóveis também falharam em alertar os clientes para os possíveis efeitos das atualizações, e de alguma maneira de restaurar as funcionalidades normais do dispositivo.

Este tipo de queixas, das consequências das atualizações, é comum no que toca aos iPhones, e já valeu um processo à Apple nos EUA. No ano passado, a empresa liderada por Tim Cook admitiu que o software podia afetar os telemóveis, mas garantiu que não era intencional. Já para a coreana Samsung, é das primeiras vezes que são publicamente questionadas desta forma.

Comentários ({{ total }})

Autoridades italianas multam Apple e Samsung

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião