Ministro das Finanças indicado por Bolsonaro anuncia mudança no modelo económico

  • Lusa
  • 29 Outubro 2018

O novo ministro das Finaças, Paulo Guedes, revelou que o Governo Bolsonaro vai focar-se na reforma da previdência (pensões) e na "aceleração do ritmo das privatizações".

Paulo Guedes, indicado como futuro ministro das Finanças do Brasil, anunciou que o Governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro vai mudar o modelo de economia do país com um grande programa de privatizações e maior controlo da despesa pública.

“O Brasil teve 30 anos de gastos públicos descontrolados, (…) seguindo um padrão que corrompeu a política e causou um aumento de impostos, taxas de juros e dívidas, como uma bola de neve”, disse Paulo Guedes, guru económico do presidente eleito no domingo, numa conferência de imprensa no Rio de Janeiro.

Paulo Guedes, 69 anos, que defendeu a sua tese na Universidade de Chicago, berço do liberalismo económico moderno, criticou o “modelo social-democrata”. “Este modelo é muito mau, somos prisioneiros do nosso fraco crescimento”, afirmou.

O Brasil emergiu de forma penosa de uma das piores recessões da sua história, depois de ver o seu PIB contrair em 3,5% em 2015, como em 2016, e tem quase 13 milhões de desempregados.

Paulo Guedes revelou que o Governo Bolsonaro vai focar-se até assumir funções, em janeiro, na reforma da previdência (pensões), uma medida impopular, mas considerada crucial pela comunidade empresarial para reduzir a dívida.

Defendeu, igualmente, uma “aceleração do ritmo das privatizações” lançado sob o governo do atual Presidente, Michel Temer, que já havia lançado medidas de austeridade no final de 2016, mas não conseguiu a aprovação da reforma da previdência.

Comentários ({{ total }})

Ministro das Finanças indicado por Bolsonaro anuncia mudança no modelo económico

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião