BCP dispara 4% à espera de bons resultados. Lisboa fecha no verde

Os investidores do BCP estão confiantes, depois de o BPI ter emitido uma nota em que diz que o banco deverá mais do que duplicar os lucros do terceiro trimestre.

A bolsa de Lisboa encerrou a sessão desta terça-feira na linha verde, prolongando, assim, os ganhos registados no início da semana. O Banco Comercial Português (BCP) foi a estrela da sessão, com uma valorização de 4%. Os CTT também contribuíram para este movimento, no dia em que esperam a apresentação dos resultados do terceiro trimestre deste ano.

O PSI-20 fechou a somar 1,10% para os 5.006,86 pontos, com 13 cotadas a valorizar, duas inalteradas e apenas quatro a registar perdas.

Lá fora, nas restantes praças europeias, o Stoxx 600, índice que agrega as principais cotadas da Europa, encerrou a sessão a avançar 0,15% para os 356,03 pontos. No entanto, os ganhos foram travados pelo alemão DAX, que recuou 0,25%, pelo francês CAC, que desvalorizou 0,22% e, também, pelo espanhol IBEX, que perdeu 0,54%.

Por cá, a contribuir para o movimento positivo, esteve, sobretudo, o BCP, que avançou 4% para 0,229 euros por ação. O banco liderado por Miguel Maya registou ganhos expressivos apoiados na perspetiva revelado pelo banco BPI de que o BCP deverá mais do que duplicar os lucros do terceiro trimestre.

No dia em que os CTT apresentam os resultados do terceiro trimestre do ano, os investidores estão expectantes. A empresa registou ganhos de 3,22% para os 3,33 euros por ação.

A travar ganhos mais expressivos no índice português esteve o setor da energia. A EDP Renováveis perdeu 0,51% para os 7,83 euros e a REN recuou 0,43% para os 2,33 euros. Contudo, a maior queda da sessão cabe à Corticeira Amorim, que perdeu 2,06% para os 9,53 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP dispara 4% à espera de bons resultados. Lisboa fecha no verde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião