Serviço móvel ajuda contas da Vodafone. Receitas totais sobem 1,9% no primeiro semestre

  • Lusa
  • 13 Novembro 2018

A explicar o aumento está o serviço móvel. Impulsionado pela qualidade da rede e pela sazonalidade associada ao verão, o segmento móvel apresenta uma "progressiva recuperação".

As receitas totais da Vodafone Portugal, no primeiro semestre terminado em setembro, subiram 1,9%, face a igual período do ano passado, para 520 milhões de euros, anunciou esta terça-feira a operadora de telecomunicações.

As receitas de serviços aumentaram 2,3% no semestre compreendido entre abril e setembro, face a igual período de 2017, para 490 milhões de euros. Já no segundo trimestre fiscal, terminado em setembro, as receitas de serviços aumentaram 1,1%, para 251 milhões de euros, em termos homólogos, e as receitas totais avançaram 0,6%, para 266 milhões de euros.

“No segundo trimestre do ano fiscal 2018-2019, compreendido entre julho e setembro, a Vodafone Portugal prossegue a tendência de crescimento das receitas de serviços, principal indicador de negócio, suportada sobretudo pela evolução consistente do serviço fixo”, adianta a operadora, em comunicado.

Citado no comunicado, o presidente executivo da empresa, Mário Vaz, refere que a Vodafone Portugal “prossegue o crescimento operacional nos diferentes segmentos do mercado e consolida a tendência de melhoria dos indicadores financeiros, reflexo de um posicionamento estratégico diferenciador, que assenta na qualidade do serviço prestado aos seus clientes”.

“O serviço móvel apresenta uma progressiva recuperação, permitindo à Vodafone manter a sua posição de relevo nesse segmento, e no negócio fixo a Vodafone continua a reforçar a sua quota de mercado”, acrescenta o responsável.

De acordo com a Vodafone, “na base deste desempenho está uma maior resiliência do segmento móvel, impulsionada pela qualidade da sua rede e pela sazonalidade associada ao período de verão, bem como pelo crescimento forte e sustentado do segmento fixo”.

No segundo trimestre, o número total de clientes móveis subiu 0,3%, enquanto o de clientes 4G (quarta geração móvel) aumentou 28,3%, “atingindo quase dois milhões”. A penetração de smartphones no total da base de clientes da Vodafone é de 73,9% e a utilização de dados móveis aumentou 26,9%.

Quanto aos clientes fixos, estes registaram um aumento de 8,8% no segundo trimestre, para 685 mil.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Serviço móvel ajuda contas da Vodafone. Receitas totais sobem 1,9% no primeiro semestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião