Três arguidos por suspeitas de irregularidades na Parque Escolar

  • Lusa
  • 22 Novembro 2018

Ministério Público investiga “suspeitas de irregularidades na execução de contratos de manutenção de escolas”.

O Ministério Público (MP) anunciou à Lusa que está a investigar suspeitas de irregularidades na execução de contratos de manutenção de escolas, tendo já sido constituídos três arguidos e realizadas 13 buscas.

“Confirma-se a realização de buscas no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público do DCIAP. Estas buscas, sete domiciliárias e seis a sociedades, tiveram lugar em Lisboa e no Porto”, refere o Ministério Público em resposta à Lusa, explicando que no inquérito investigam “suspeitas de irregularidades na execução de contratos de manutenção de escolas”.

Segundo o MP, o inquérito tem três arguidos constituídos e encontra-se em segredo de justiça.

“Em causa estão factos suscetíveis de integrarem a prática de crimes de corrupção ativa e passiva e de participação económica em negócio”, acrescenta.

O Correio da Manhã noticiou que estão a ser investigados alegados caso de subornos por parte de empreiteiros a responsáveis da empresa pública Parque Escolar, referindo que em causa podem estar milhões de euros.

Segundo o jornal, em causa estão concursos públicos para a remodelação de mais de uma dezena de escolas, entre elas o liceu Passos Manuel, em Lisboa.

Comentários ({{ total }})

Três arguidos por suspeitas de irregularidades na Parque Escolar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião