General Motors vai eliminar 15% dos postos de trabalho até finais de 2020

  • Lusa
  • 26 Novembro 2018

A General Motors, construtor automóvel norte-americano, anunciou uma redução de 15% no número de trabalhadores para economizar 6 mil milhões de dólares (5,2 mil milhões de euros) até finais de 2020.

A General Motors, principal construtor automóvel norte-americano, anunciou hoje uma redução de 15% no número de trabalhadores para economizar 6 mil milhões de dólares (5,2 mil milhões de euros) até finais de 2020.

Com esse objetivo de poupança, o fabricante automóvel explicou em comunicado que vai encerrar no próximo ano a produção em sete fábricas em todo o mundo.

O grupo automóvel vai encerrar duas fábricas de montagem nos Estados Unidos e uma no Canadá, assim como outras duas em países que não foram identificados.

A General Motors disse ainda que também vai encerrar duas fábricas de produção de motores nos Estados Unidos.

No final de dezembro de 2017, a General Motors tinha 180 mil funcionários em todo o mundo, sendo estes os últimos números disponíveis.

“As medidas que estamos a tomar atualmente vão permitir-nos prosseguir a transformação para sermos mais rápidos, mais resistentes e mais rentáveis”, afirmou a presidente executiva do grupo, Mary Barra, citada no comunicado.

Depois de ter sido divulgada esta informação, as ações da General Motors registavam uma subida de 6,8% na bolsa de Nova Iorque.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

General Motors vai eliminar 15% dos postos de trabalho até finais de 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião