Oficial. Portugal vai receber as Jornadas Mundiais da Juventude em 2022

A partir do Panamá, o anúncio oficial confirmou a expetativa. "Será um grande acontecimento para Portugal e para os jovens portugueses de todas as origens", reagiu Marcelo Rebelo de Sousa.

Lisboa vai receber as próximas Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), em 2022. O anúncio foi feito por um dos bispos que acompanhava o Papa Francisco, este domingo, na missa de encerramento da atualmente edição do evento, que está a decorrer na Cidade do Panamá. Além de Portugal, também a República Checa e a Suécia estavam entre os países candidatos para receber o evento que reúne jovens católicos do mundo inteiro.

“A próxima edição da Jornada Mundial da Juventude será em Portugal”, afirmou o cardeal e bispo emérito de Dallas, Kevin Farrell, a partir do púlpito, onde o Papa Francisco abraçava o Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, e o bispo auxiliar de Lisboa, D. Joaquim Mendes. No final da celebração, também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, se juntou ao chefe da Igreja Católica.

As JMJ são um encontro de jovens de todo o mundo com o Papa, num ambiente festivo, religioso e cultural. Criada pelo Papa João Paulo II, as primeiras JMJ tiveram lugar em 1986, em Roma. Desde então, celebra-se a cada dois anos (ou dois anos e meio para coincidir com o verão como foi no caso do Panamá), alterando entre a Europa e o resto do mundo. A última edição do evento a realizar-se na Europa teve lugar em Cracóvia, na Polónia, em 2016, já com o atual Pontífice.

Na celebração, onde participaram milhares de jovens de todo o mundo, estiveram também presentes o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, em representação do Governo, e o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina.

Políticos portugueses convidam jovens católicos

Marcelo Rebelo de Sousa, que já tinha manifestado, por diversas ocasiões o desejo de que as JMJ acontecessem em Lisboa, reagiu em comunicado logo a seguir ao anúncio. “O Presidente da República saúda e congratula-se com o anúncio oficial, feito por Sua Santidade o Papa Francisco, de que as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) de 2022, presididas pelo Sumo Pontífice, vão realizar-se em Lisboa”.

O chefe de Estado português lembrou que as JMJ “constituem um acontecimento religioso e cultural que reúne jovens de todo o mundo durante uma semana” e acrescentou: “Será um grande acontecimento para Portugal e para os jovens portugueses de todas as origens”.

Num vídeo de apresentação de Portugal, publicado pelo arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, no Twitter, vários políticos também se manifestaram. Marcelo Rebelo de Sousa aparece a convidar os jovens católicos do mundo inteiro a participarem no evento.

“Há séculos que Portugal constrói pontes de amizade entre povos e entre culturas. Gostamos de receber quem nos visita e gostamos de receber quem vive entre nós. Sejam bem-vindos a Portugal”, diz o primeiro-ministro, António Costa, no mesmo vídeo. O presidente da Câmara Municipal da capital acrescenta: “Lisboa é uma cidade alegre e vibrante. Vamos receber-vos com grande alegria em 2022”.

(Notícia atualizada às 15h40)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Oficial. Portugal vai receber as Jornadas Mundiais da Juventude em 2022

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião