Travão ao shutdown e negociações com a China animam Wall Street

O acordo para evitar o shutdown este fim de semana, assim como as negociações com a China que decorrem em Pequim, estão a deixar os investidores mais otimistas. Bolsas estão a subir.

As bolsas norte-americanas abriram em terreno positivo. Os investidores estão otimistas quanto aos progressos nas negociações bipartidárias para evitar um novo shutdown no país e, também, em relação às negociações para travar a escalada da guerra comercial com a China, que estão a decorrer em Pequim.

Wall Street acompanha assim a tendência das congéneres europeias, com o S&P 500 a avançar 0,64%, enquanto o tecnológico Nasdaq soma 0,71%. O industrial Dow Jones valoriza 0,76%, mesmo num dia em que se soube que a OPEP está a prever uma quebra na procura global de petróleo este ano.

A impulsionar as bolsas está um princípio de acordo alcançado pelos deputados norte-americanos para o financiamento de segurança fronteiriça, numa tentativa de impedir um novo shutdown do Governo este fim de semana. O acordo prevê 1,38 mil milhões de dólares de financiamento para a construção de 88 quilómetros de muro na fronteira com o México, como forma de travar a imigração ilegal.

Os índices também beneficiam esta sexta-feira de um encontro entre negociadores norte-americanos e chineses em Pequim, em mais uma ronda de conversações para aquilo que se espera ser um acordo comercial entre as duas maiores economias do mundo.

Comentários ({{ total }})

Travão ao shutdown e negociações com a China animam Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião