Grupo PSA registou lucro de 3,3 mil milhões de euros em 2018

O grupo francês encerrou o ano com um aumento de 40,4% nos lucros para os 3,29 mil milhões de euros. Vai propor um dividendo de 78 cêntimos aos acionistas.

Foi um ano de “resultados históricos”, nas palavras da própria empresa. O Grupo PSA encerrou o ano passado com um aumento de mais de 40% nos lucros e um volume de negócios que ultrapassou os 74 mil milhões de euros. Face a esta melhoria dos resultados, o grupo francês vai propor o pagamento de um dividendo de 78 cêntimos por ação aos acionistas.

No último ano, o Grupo PSA obteve um resultado líquido consolidado de 3,295 mil milhões de euros, o que representou um crescimento de 40,4% face aos valores observados em 2017 (2,34 mil milhões de euros), informou a empresa em comunicado, enviado esta terça-feira. Em termos de volume de negócios, foi alcançado um aumento de 18,9% face ao ano anterior para os 74,02 mil milhões de euros.

O volume de negócios da divisão Automóvel PCD (Peugeot Citroën DS) alcançou 43.027 milhões de euros em 2018, num crescimento de 5,6% comparativamente a 2017. Este crescimento resultou, designadamente, do mix de produto, da melhoria dos mix de volumes e países, das vendas a parceiros e dos preços, que compensaram os efeitos negativos das taxas de câmbio”, lê-se no documento.

Já o volume de negócios da divisão OV (Opel Vauxhall) alcançou os 18,3 mil milhões de euros no mesmo período, em comparação com 7,23 mil milhões nos últimos cinco meses de 2017.

Na próxima assembleia geral, que decorrerá a 25 de abril, o Grupo PSA vai propor o pagamento de um dividendo de 78 cêntimos por ação aos acionistas. A ser aprovado este valor, o pagamento vai ocorrer quatro dias depois. “O Groupe anuncia, igualmente, uma nova política de dividendos para 2019/2021 na base de um payout ratio aumentado em 28% a partir do ano fiscal de 2019″.

O objetivo do Grupo é aumentar as suas vendas fora da Europa em 50% até 2021 e posicionar as suas marcas em novos mercados: a Peugeot na América do Norte, a Citroën na Índia e a Opel na Rússia, reforçando, em simultâneo, a presença internacional da DS”, refere em comunicado. Até 2021 prevê o lançamento de 116 veículos comerciais e “a aceleração até 2021 da eletrificação das gamas de veículos para 50% da oferta”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Grupo PSA registou lucro de 3,3 mil milhões de euros em 2018

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião