Espanhóis dos Correos avançam com compra de empresa portuguesa

A empresa estatal espanhola de serviços postais e encomendas quer entrar em Portugal para iniciar o plano de expansão internacional. O negócio terá ainda de ser aprovado pelo Conselho de Ministros.

A espanhola Correos comprou um operador local em Portugal, tendo em vista a expansão para o mercado internacional, avança o El País (acesso livre/conteúdo em espanhol). Como a Correos é uma empresa composta na totalidade por capital público, através da sociedade estatal SEPI, o negócio precisa ainda da aprovação do conselho de ministros espanhol.

A empresa adquirida pela Correos não é identificada. A estatal espanhola entra assim em Portugal, num mercado dominado pelos CTT CTT 0,28% , privatizados em 2014. O CEO dos Correios de Portugal, Francisco Lacerda, mostrou-se confiante nas capacidades e vantagens competitivas da empresa que lidera, reiterando que a chegada dos Correos representava mais concorrência, na apresentação de resultados deste ano.

A empresa estatal espanhola de serviços postais e encomendas já tinha indicado interesse em entrar em Portugal, para potenciar a expansão internacional. O objetivo da Correos é criar uma rede de distribuição na Península Ibérica, onde será possível distribuir encomendas em Portugal em menos de 24 horas, de forma a potenciar o negócio e aumentar as receitas.

Os Correos fecharam 2018 com prejuízos de cerca de 150 milhões de euros, depois de ter devolvido 134 milhões de euros reclamados por Bruxelas por ajudas estatais ilegais no âmbito do Serviço Postal Universal. As contas do operador postal espanhol deverão continuar no vermelho este ano, esperando resultados líquidos negativos na ordem dos sete milhões de euros.

Comentários ({{ total }})

Espanhóis dos Correos avançam com compra de empresa portuguesa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião