“Não será um secretariozeco ou um ministro” a afastar Tomás Correia do Montepio, avisa o Padre Vítor Melícias

  • ECO
  • 12 Março 2019

Tomás Correia garante que ao contrário do que indicou o Governo não irá haver qualquer avaliação de idoneidade. O Padre Vítor Melícias diz que "não é um secretariozeco" que o vai tirar desse cargo.

Apesar das crescentes tensões, Tomás Correia não mostra sinais de querer deixar a liderança da Associação Mutualista Montepio Geral, avança o Observador. O responsável garante que ao contrário do que indicou o Governo não irá haver qualquer avaliação da sua idoneidade, declarações a que o Padre Vítor Melícias acrescentou: “Não é um secretariozeco ou um qualquer ministro que vai afastar os órgãos sociais democraticamente eleitos”.

Na reunião desta terça-feira do Conselho Geral, Tomás Correia passou a mensagem de absoluta tranquilidade em relação à sua permanência no cargo, garantindo que está confiante que não haverá qualquer avaliação de idoneidade. Isto segundo uma fonte com conhecimento do processo, que frisou ainda que o presidente da mutualista considerou um “ataque miserável” à sua liderança a contraordenação do Banco de Portugal. A propósito, Tomás Correia entregou aos conselheiros uma defesa contra essa contraordenação, tendo já anunciado que irá recorrer.

No final do encontro, o Padre Vítor Melícias reforçou, por sua vez: “Isto não pode ser assim, os órgãos sociais da Associação Mutualista foram legitimamente eleitos e não é nenhum secretariozeco nem nenhum ministro que vão retirar do cargo pessoas democraticamente escolhidas pelos associados”.

Recorde-se que a polémica em causa estalou depois de se saber que Tomás Correia foi condenado pelo supervisor bancário por irregularidades registadas no tempo em que foi presidente da Caixa Montepio Geral. Com esta decisão do Banco de Portugal, colocou-se de imediato a questão da idoneidade do atual presidente da mutualista do Montepio, tendo ficado em aberto quem será encarregue dessa função. No entendimento do presidente do regulador dos seguros compete ao Executivo esse trabalho.

(Notícia atualizada às 21h20).

Comentários ({{ total }})

“Não será um secretariozeco ou um ministro” a afastar Tomás Correia do Montepio, avisa o Padre Vítor Melícias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião