Direto “Créditos de favor na CGD? Não analisámos a qualidade das decisões”, diz a EY aos deputados. Acompanhe aqui a comissão de inquérito

EY, a responsável pela auditoria aos atos de gestão da Caixa Geral de Depósitos, é a primeira a ser ouvida no Parlamento. Acompanhe aqui a audição em direto.

Arrancam esta terça-feira as audições da II comissão de inquérito à recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e aos atos de gestão (é a terceira ao banco público nos últimos três anos). A primeira a ser ouvida é a EY, que elaborou a auditoria aos atos de gestão do banco público entre 2000 e 2015 e que identificou perdas de 1.200 milhões de euros nos principais créditos concedidos naquele período. Depois, será a vez de Carlos Costa (quarta-feira) e Vítor Constâncio (quinta-feira) se apresentarem no Parlamento. Quanto à audição da EY, começa às 15h00. Acompanhe aqui em direto.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Créditos de favor na CGD? Não analisámos a qualidade das decisões”, diz a EY aos deputados. Acompanhe aqui a comissão de inquérito

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião