Trabalhadores de fábrica de papel da Navigator iniciam domingo greve de quatro dias

  • Lusa
  • 8 Abril 2019

A empresa propôs aumentos salariais de 2%, mas os trabalhadores pretendem uma subida de 3%, que garanta um mínimo de 30 euros a cada um, a revisão das carreiras e a redução do horário de trabalho.

Os trabalhadores da fábrica de papel ATF, da Navigator, em Setúbal, vão fazer uma greve de quatro dias a partir de domingo, em defesa de melhores salários e carreiras, disse esta segunda-feira fonte sindical.

Eduardo Florindo, coordenador do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul (SITE SUL), disse à Lusa que os cerca de 600 trabalhadores da ATF, do Grupo The Navigator Company, “decidiram avançar para a greve porque a empresa não responde favoravelmente às suas reivindicações”. “Com esta greve de quatro dias, os trabalhadores vão provavelmente parar a fábrica”, afirmou o sindicalista.

A empresa propôs aumentos salariais de 2%, mas os trabalhadores pretendem uma subida de 3%, que garanta um mínimo de 30 euros a cada um, a revisão das carreiras e a redução do horário de trabalho.

Os trabalhadores da ATF, que se localiza no complexo de Mitrena, Setúbal, já tinham marcado uma greve ao trabalho suplementar, com início às 00h00 de terça-feira, com duração por tempo indeterminado. Para terça-feira está marcada uma concentração de trabalhadores em frente ao Hotel Ritz, em Lisboa, onde se realiza a assembleia-geral de acionistas do grupo empresarial.

Comentários ({{ total }})

Trabalhadores de fábrica de papel da Navigator iniciam domingo greve de quatro dias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião