Produção da Galp Energia aumenta 8% no primeiro trimestre

A produção da Galp Energia cresceu 8% nos primeiros três meses do ano, face a igual período do ano passado. Angola e Brasil impulsionaram os resultados da empresa portuguesa.

A Galp Energia produziu em média, durante o primeiro trimestre do ano, cerca de 110,8 mil barris por dia, valor que representa um crescimento de 8% face a igual período do ano passado.

Os dados preliminares da energética, divulgados na manhã desta segunda-feira através da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), indicam que a performance dos primeiros três meses do ano foram sobretudo impulsionados pela atividade de Angola, com um crescimento de 56%, e do Brasil (5%). No primeiro caso, a produção passou de 5,6 para 8,7 mil barris e no Brasil aumento de 97,1 para 102,1 mil barris.

A Galp recorda que estes são dados preliminares — os resultados finais são publicados a 29 de abril –, mas que fornecem estimativas sobre as condições macroeconómicas operacionais e comerciais a que a empresa esteve sujeita no primeiro trimestre de 2019.

Destaque ainda para o crescimento de 8% da produção média no indicador “workinginterest” (produção bruta de matéria-prima, que inclui todos os custos decorrentes das operações), situando-se em 112,6 mil barris por dia. Na atividade de refinação e distribuição houve um aumento de 10% nas matérias-primas processadas, enquanto nas vendas de produtos refinados se verifica uma subida de de 11%, face a igual período de 2018.

As vendas totais de gás natural ou liquefeito mantiveram-se e as vendas a clientes diretos cresceram 6%.

 

Comentários ({{ total }})

Produção da Galp Energia aumenta 8% no primeiro trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião