Wall Street entre ganhos e perdas ligeiras na abertura. Banca pesa na evolução

Bolsas norte-americanas com ganhos irrisórios na abertura. Resultados da banca aquém do esperado, já que Goldman Sachs e Citigroup desiludiram nas contas do primeiro trimestre.

Os resultados do setor financeiro estão a marcar a primeira sessão da semana nos Estados Unidos, com as bolsas a registarem subidas (ou perdas) irrisórias no arranque da sessão. Depois de na última sexta-feira o JP Morgan ter ajudado a animar Wall Street ao ter revelado uma subida de 5% nos resultados, esta segunda-feira as contas do Goldman Sachs e o Citigroup arrefeceram um pouco as expectativas.

Na primeira meia hora de negociação, o S&P 500, que iniciou a sessão em ligeira subida, começava a entrar em tendência de queda, ao passo que o Nasdaq apresentava uma subida de 0,06%. Em sentido inverso evoluía a cotação do Dow Jones, com uma quebra de 0,21%.

Se na última sexta-feira os números apresentados pelo JP Morgan animaram os investidores, esta segunda-feira as expectativas foram de certa forma arrefecidas com a divulgação de mais contas do setor. O Goldman Sachs reportou uma quebra de 20% no resultado líquido, queda diretamente associada a um recuo de 13% nas receitas. Já o Citigroup, apesar de ter anunciado resultados melhor que o esperado, não resistiu a ser penalizado pela queda de 24% nos ganhos com a negociação de ações.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/economia-dos-eua/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”402″ slug=”economia-dos-eua” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/economia-dos-eua/thumbnail?version=1554479216313&locale=pt-PT&publisher=eco.pt” mce-placeholder=”1″]

“Arranque tranquilo na negociação em Nova Iorque, perante os resultados do Goldman Sachs e Citi menos entusiasmantes que o revelados na passada sexta-feira pelo JP Morgan. Ainda na banca, o Wells Fargo foi revisto em baixa por uma casa de investimento, o que condiciona as ações. Antes da abertura foi divulgado uma subida surpreendente do indicador que mede o ambiente industrial em Nova Iorque, o que pode deixar boa indicação para o ISM Indústria“, comenta nota de research do BCP sobre a abertura desta segunda-feira

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street entre ganhos e perdas ligeiras na abertura. Banca pesa na evolução

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião