Huawei ultrapassa Apple na venda de smartphones. Samsung lidera

  • ECO
  • 6 Maio 2019

Foram vendidos 310,8 milhões de smartphones no primeiro trimestre do ano. Foi o sexto trimestre consecutivo de quebra nas vendas, mas não para todas as fabricantes. A Huawei bateu a Apple.

As vendas de smartphones estão em queda acentuada. Recuaram pelo sexto trimestre consecutivo, quase duplicando o ritmo do trambolhão face ao registado nos primeiros três meses do ano anterior. No meio da “crise”, a Huawei sorri, superando a gigante Apple num ranking que continua a ser liderado pela Samsung.

Segundo a Internacional Data Corporation (IDC), o volume das vendas de smartphones a nível mundial caiu 6,6% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior — no arranque de 2017, as vendas já estavam a cair, registando, à data, uma quebra de homóloga de 3,5%. As vendas de smartphones caíram de 332,2 milhões nos primeiros meses de 2018 para 310,8 milhões em 2019.

Esta quebra, explicada por Roberta Cozza, diretora de pesquisa da consultoria Gartner, com a desaceleração económica global, mas também com algum desencantamento dos consumidores perante os produtos que são lançados no mercado, não afetou todas as marcas por igual. Enquanto as concorrentes viram as vendas a cair, a Huawei continua a crescer.

Ao longo do primeiro trimestre de 2019, a empresa chinesa fabricou 59,1 milhões de smartphones, registando um crescimento de mais de 50% em comparação ao ano transato. Este número permitiu à empresa que tem estado na mira da administração Trump ascender à segunda posição no ranking de fabricantes, superando a Apple, com uma quota de 19% no mercado de smartphones.

A marca da maçã apresentou uma queda de 30,2% quando comparado com o ano passado e acabou por cair para a terceira posição, fabricando apenas 36,4 milhões de iPhones. Aquele que é o ex-líbris da Apple registou uma quebra de 17% nas vendas nos últimos três meses, quando comparado ao primeiro trimestre de 2018. Ficou com uma quota de 11,7%, segundo a IDC.

A liderar o mercado continua a Samsung com 71,9 milhões de telefones Galaxy comercializados entre janeiro e março, uma quota de mercado de 23,1%. Apesar da liderança, a empresa coreana sofreu igualmente uma redução nas vendas: caíram 8,1% comparativamente com o mesmo período do ano passado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Huawei ultrapassa Apple na venda de smartphones. Samsung lidera

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião