Prémio João Vasconcelos dá dez mil euros a empreendedor do ano. Candidaturas abrem a 1 de junho

Anunciado dias depois da morte do primeiro diretor da Startup Lisboa, candidaturas ao prémio "empreendedor do ano" decorrem até 31 de agosto.

Estão abertas a partir de 1 de junho, sábado, as candidaturas ao “prémio empreendedor do ano João Vasconcelos”, anunciado pela Startup Lisboa a 28 de março. “Como racional, este prémio é uma homenagem ao João Vasconcelos, primeiro diretor executivo da Startup Lisboa. Essa é a primeira razão da sua existência”, explica Miguel Fontes ao ECO. “Depois, servirá para premiar empreendedores em termos de performance, que poderá ser individual ou de equipa. Pode vencer o prémio uma startup e não apenas uma pessoa“, detalha o responsável pela incubadora.

A ideia é que o “prémio empreendedor do ano” seja atribuído anualmente. Elegíveis para a distinção estão founders na Startup Lisboa ou pessoas e projetos sediados em Lisboa.

Anunciado pela Startup Lisboa nos dias seguintes à morte de João Vasconcelos, o prémio conta ainda com o apoio do Iapmei, da Câmara de Lisboa e do Montepio, parceiros da incubadora. As candidaturas podem ser feitas através do preenchimento de um formulário online, e até 31 de agosto.

Entre os critérios de escolha para o “prémio empreendedor do ano João Vasconcelos” estão a visão e a estratégia, a resiliência, a equipa, o crescimento e a penetração internacional do projeto. A entrega do prémio no valor de dez mil euros deverá acontecer na segunda quinzena de setembro, perto do dia de aniversário de João Vasconcelos. O vencedor será escolhido por uma pool que inclui alguns dos primeiros founders de startups que passaram pela Startup Lisboa, criada em 2012.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Prémio João Vasconcelos dá dez mil euros a empreendedor do ano. Candidaturas abrem a 1 de junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião